Compartilhar Compartilhar
Aumentar / diminuir a letra Diminuir / Aumentar a letra

Abuso de herbicida ameaça o cultivo com semente modificada, como soja

Os cultivos geneticamente modificados apresentaram substanciais benefícios ambientais e econômicos para os agricultores americanos, mas o uso excessivo dessa prática ameaça corroer os lucros, segundo estudo publicado pelo Conselho Nacional de Pesquisa, associado à Academia Nacional de Ciências. Trata-se do primeiro relatório de avaliação global do impacto dessas culturas, adotadas desde 1996 nos Estados Unidos.

A reportagem é de Andrew Pollack, do New York Times, e publicada pelo jornal O Globo, 14-04-2010.

Os autores concluem que esse tipo de cultivo permitiu aos agricultores reduzirem a pulverização química ou aplicar menos produtos nocivos.

Os custos com a agricultura também diminuíram, proporcionando uma maior produtividade e comodidade; benefícios que geralmente compensavam os gastos mais elevados com as sementes geneticamente alteradas.

Porém, David Ervin, presidente do comitê responsável pelo relatório e professor na Universidade de Estadual de Portland, alertou que os agricultores estão colocando em risco os benefícios ao usar muitas sementes Roundup Ready. Elas são modificadas para serem impermeáveis ao herbicida Roundup, permitindo aplicação do produto químico sem afetar as plantas.

Atualmente o uso de Roundup, ou seu equivalente genérico, o glifosato, disparou a ponto de as ervas daninhas e insetos se tornarem resistentes às substâncias químicas.

Isso obriga os agricultores a aplicarem herbicidas adicionais, alguns deles mais tóxicos que o glifosato. Mais de 80% do milho, da soja e do algodão cultivados nos Estados Unidos são geneticamente modificados.

A prática é comum na América Latina e na Ásia, mas rejeitada na Europa.

Comentários encerrados.

Cadastre-se

Quero receber:


Refresh Captcha Repita o código acima:
 

Novos Comentários

"Namastê...
Parabens, precisamos muito de energias fraternas.
Abraços agroecológicos." Em resposta a: A humanidade como um fio da teia da vida
"Que testemunho! E que consciencia! Se for traduzido ao español, será muito útil e bem divulgado p..." Em resposta a: "Parem de idolatrar o padre"
"Muito bom esse artigo sobre Teresa Dávila. Através dessa mística muito se pode fazer pela mulher ..." Em resposta a: Teresa de Ávila e a dimensão humanizadora da espiritualidade cristã

Conecte-se com o IHU no Facebook

Siga-nos no Twitter

Escreva para o IHU

Adicione o IHU ao seus Favoritos e volte mais vezes

Conheça a página do ObservaSinos

Acompanhe o IHU no Medium