Macri diz que se apresentará à Justiça argentina para esclarecer participação em offshores

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • Propor vacinação só em março e alcançar no máximo 1/3 da população em 2021 é um crime

    LER MAIS
  • Papa Francisco desafia a esquerda católica

    LER MAIS
  • Papa Bergoglio: “A propriedade privada não é intocável, a justiça social é necessária”

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


08 Abril 2016

O presidente argentino, Mauricio Macri, afirmou nesta quinta-feira (07/04) que se apresentará amanhã à Justiça argentina para esclarecer sua participação em empresas offshore não declaradas, reveladas pelos "Panama Papers" e pela imprensa argentina.

A reportagem foi publicada por Opera Mundi, 07-04-2016.

“Não tenho nada a esconder”, afirmou Macri, acrescentando que irá apresentar uma “declaração de certeza” à Justiça argentina de que não houve “omissão maliciosa” das empresas em sua declaração jurada de bens.

Nesta quinta-feira, o procurador federal da Argentina Federico Delgado aceitou uma denúncia contra Macri por sua participação em duas sociedades offshore. Com isso, será aberta uma investigação contra o presidente.

O promotor propôs que Sebastián Casanello, juiz que tratará do caso, determine, como “primeiro passo” do processo, se Macri “omitiu maliciosamente” sua participação na empresa Fleg Trading, revelada pelos "Panama Papers", e Kagemusha, revelada pela investigação de um jornalista argentino. Será investigado ainda se as offshores desempenharam atividades ilegais.

O presidente argentino reiterou hoje que, por não ser acionista e não receber lucros por sua participação nas empresas, não era necessário incluí-las em sua declaração. “Estou muito tranquilo, cumpri com a lei”, disse o presidente.

As primeiras declarações de Macri sobre sua participação em offshores foram feitas durante evento na Casa Rosada convocado para anunciar o envio ao Congresso argentino de um projeto de Lei de Acesso à Informação Pública, que o presidente vinculou com a vontade de “transparência” de seu governo.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Macri diz que se apresentará à Justiça argentina para esclarecer participação em offshores - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV