O grave estado de saúde do jesuíta nicaraguense Fernando Cardenal, ex-ministro da Educação

Revista ihu on-line

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Clarice Lispector. Uma literatura encravada na mística

Edição: 547

Leia mais

Mais Lidos

  • Pornô e sedução em contexto de vida religiosa

    LER MAIS
  • Padres da Caminhada & Padres contra o Fascismo emitem nota de solidariedade à Via Campesina, MST, Dom Orlando Brandes, CNBB e Papa Francisco

    LER MAIS
  • “Devemos conceber o catolicismo de outra maneira”. Entrevista com Anne-Marie Pelletier

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Por: André | 18 Fevereiro 2016

Desde o dia 09 de fevereiro, o padre jesuíta Fernando Cardenal, diretor de Fé y Alegria Nicarágua encontra-se internado em um hospital da cidade de Manágua devido a complicações em uma operação de hérnia umbilical à qual se submeteu o religioso.

A reportagem é de Israel González Espinoza e publicada por Religión Digital, 17-02-2106. A tradução é de André Langer.

O Pe. Fernando Cardenal SJ, de 82 anos, é recordado na Nicarágua por ter organizado a Cruzada Nacional de Alfabetização impulsionada pelo governo sandinista em 1980 onde o país conseguiu reduzir a taxa de analfabetismo de 56% para 12%. Esta gesta, protagonizada por milhares de estudantes do ensino médio, universitários, professores e até padres e religiosas está registrada no livro Memórias do mundo, da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e a Cultura (Unesco).

Em declarações a um meio de comunicação local, o superior da Companhia de Jesus na Nicarágua, Pe. Iñaki Zubizarreta SJ explicou que a Companhia de Jesus segue de perto a evolução médica do Pe. Cardenal e que se celebrarão diversas eucaristias por sua pronta recuperação.

“Esteve bem, estava já no quarto (de recuperação), mas depois começou a notar-se algum tipo de febre provocado por uma infecção e tiveram que operá-lo novamente, abrir (para ver) o que havia e encontraram uma infecção bastante grande no abdômen”, explicou Zubizarreta.

Silvio Alemán, subdiretor nacional de Fé y Alegria Nicarágua explicou, por sua vez, que o Pe. Cardenal ainda permanece na UTI e seu estado é “muito delicado”. Assim mesmo, compartilhou que dos centros de estudos que administra esta organização seus responsáveis pediram cadeias de oração aos estudantes e professores para o restabelecimento da saúde do religioso.

O Pe. Fernando Cardenal nasceu em 1934. Foi ordenado sacerdote no final da década de 1960. Como defensor dos direitos humanos, tocou-lhe denunciar no Congresso dos Estados Unidos os vexames da ditadura de Anastasio Somoza Debayle contra a população civil. Após a vitória da Revolução Popular de 1979, foi primeiro líder da organização juvenil sandinista e depois ministro da Educação.

Suas posições próximas à Teologia da Libertação desembocaram em uma suspensão a divinis decretada por João Paulo II a ele e outros padres que faziam parte do governo sandinista. Em 1990, foi readmitido como padre pela Companhia de Jesus.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

O grave estado de saúde do jesuíta nicaraguense Fernando Cardenal, ex-ministro da Educação - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV