O falso tumor papal e a armadilha jornalística

Revista ihu on-line

Veganismo. Por uma outra relação com a vida no e do planeta

Edição: 532

Leia mais

Etty Hillesum - O colorido do amor no cinza da Shoá

Edição: 531

Leia mais

Missões jesuíticas. Mundos que se revelam e se transformam

Edição: 530

Leia mais

Veganismo. Por uma outra relação com a vida no e do planeta

Edição: 532

Leia mais

Etty Hillesum - O colorido do amor no cinza da Shoá

Edição: 531

Leia mais

Missões jesuíticas. Mundos que se revelam e se transformam

Edição: 530

Leia mais

Veganismo. Por uma outra relação com a vida no e do planeta

Edição: 532

Leia mais

Etty Hillesum - O colorido do amor no cinza da Shoá

Edição: 531

Leia mais

Missões jesuíticas. Mundos que se revelam e se transformam

Edição: 530

Leia mais

Mais Lidos

  • Presidente do Bradesco enquadra Bolsonaro: não está entregando o combinado

    LER MAIS
  • “O capitalismo está sob séria ameaça”, adverte Raghuram Rajan, economista que previu a crise financeira global

    LER MAIS
  • Um presidente errático em sintonia com frustrações e anseios inconscientes

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

22 Outubro 2015

Hoje, na abertura da coletiva de imprensa sobre os trabalhos do Sínodo, o padre Federico Lombardi, porta-voz da Santa Sé, leu uma segunda declaração sua sobre o desajeitado "furo", falso e jornalisticamente pouco decoroso, sobre um suposto tumor cerebral do Papa Francisco.

A reportagem é de Luis Badilla, publicada no sítio Il Sismografo, 21-10-2015. A tradução é de Moisés Sbardelotto.

O Pe. Lombardi, em certo ponto, disse: "Reitero que a publicação ocorrida é um grave ato de irresponsabilidade, absolutamente injustificável e inqualificável. E também é injustificável continuar alimentando tais informações infundadas. Por isso, esperamos que esse assunto se encerre, portanto, imediatamente".

Nós também desejamos a mesma coisa, especialmente por respeito ao Papa Francisco. Mas o fato é de tal gravidade, e sem precedentes, que é preciso abordar algumas perguntas, uma em particular: por que uma publicação jornalística, envolvendo vários dos seus empregados, chega a extremos que o Pe. Lombardi definiu como "irresponsáveis"?

A resposta agora é simples e clara: o jornal Quotidiano Nazionale – ainda não sabemos com que grau de consciência – caiu em uma terrível armadilha de um personagem que, apresentado como grande luminar da neurocirurgia mundial, na realidade, acabou se revelando, de modo despudorado (basta ver as fotografias no seu blog), como um mitômano desavergonhado.

Estamos certos de que logo virão as desculpas do Quotidiano Nazionale.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

O falso tumor papal e a armadilha jornalística - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV