Começou nesta segunda-feira a décima reunião do C9 do Papa para a reforma da cúria

Revista ihu on-line

Vilém Flusser. A possibilidade de novos humanismos

Edição: 542

Leia mais

Vilém Flusser. A possibilidade de novos humanismos

Edição: 542

Leia mais

Planos de saúde e o SUS. Uma relação predatória

Edição: 541

Leia mais

Hans Jonas. 40 anos de O princípio responsabilidade

Edição: 540

Leia mais

Planos de saúde e o SUS. Uma relação predatória

Edição: 541

Leia mais

Hans Jonas. 40 anos de O princípio responsabilidade

Edição: 540

Leia mais

Mais Lidos

  • Sigilo em torno do Sínodo da Amazônia mostra tensão entre transparência e discernimento

    LER MAIS
  • Está chegando o cato-fascismo

    LER MAIS
  • “Facebook ameaça a democracia”, adverte Chris Hughes, cofundador da rede social

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

Por: André | 09 Junho 2015

Começou, na manhã desta segunda-feira, no Vaticano, com a presença do Papa Francisco, a 10ª reunião do conselho de nove cardeais, o organismo criado pelo Pontífice argentino para trabalhar na reforma da cúria romana. A sessão de trabalho prosseguirá até quarta-feira.

A reportagem é de Iacopo Scaramuzzi e publicada por Vatican Insider, 08-06-2015. A tradução é de André Langer.

O chamado C9 enfrentará seguramente questões como a anunciada criação de duas novas congregações, que englobarão pelo menos seis atuais Pontifícios Conselhos, que se ocuparão dos leigos, da família e da vida (uma), e a outra da caridade, da justiça, da paz e da ecologia. É provável que o conselho dos cardeais também se ocupe da reforma dos meios de comunicação vaticanos (L’Osservatore Romano, Rádio Vaticano, Centro Televisivo Vaticano, Pontifício Conselho para as Comunicações Sociais, Sala de Imprensa da Santa Sé), em relação ao qual, após uma primeira instrutória da empresa de consultoria McKinsey e o trabalho de análise preparado por uma primeira comissão, o Vatican Media Committe, dirigida pelo lord Chris Patten, o Papa criou, em 30 de abril passado, seguindo uma proposta do próprio C9, uma segunda comissão para delinear “os oportunos caminhos de viabilidade” sob a direção do diretor do Centro Televisivo Vaticano, dom Dario Edoardo Viganò.

Há, também, o trabalho da Pontifícia Comissão para a Tutela dos Menores, que acaba de publicar seus estatutos (no dia 08 de maio) e da qual se falou nos últimos dias devido à polêmica entre um de seus membros, o britânico Peter Saunders, e o cardeal George Pell, prefeito da Congregação da Secretaria para a Economia, em relação ao trabalho de uma comissão estatal australiana sobre a pederastia entre o clero, a Royal Commission into Institutional Child Sex Abuse.

Enfim, também foram publicados os estatutos para os novos organismos econômicos do Vaticano, aprovados pelo Papa Francisco em abril: a Secretaria para a Economia (dirigida pelo próprio Pell), o Conselho para a Economia (dirigido pelo cardeal alemão Reinhard Marx) e a figura do Auditor-Geral, que foi nomeado na semana passada na pessoa de Libero Milone, especialista em contabilidade que estudou na Holanda e no Reino Unido, que trabalhou na Itália e nos Estados Unidos.

O trabalho do C9, que concluirá com uma constituição apostólica que substituirá a vigente Pastor bônus, seguramente não terminará este ano, pois, como explicou em diferente oportunidades o porta-voz vaticano Federico Lombardi, não se exclui uma decisão intermediária parcial, como já aconteceu nos casos do IOR e do resto do organograma econômico-administrativo. Os encontros anteriores do C9 aconteceram entre 01 e 03 de outubro de 2013, entre 03 e 05 de dezembro de 2013, entre 17 e 19 de fevereiro de 2014, entre 27 e 30 de abril de 2014, entre 01 e 04 de julho de 2014, entre 15 e 17 de setembro de 2014, entre 09 e 11 de dezembro de 2014, entre 09 e 11 de fevereiro de 2015 e entre 13 e 15 de abril de 2015.

O conselho dos cardeais, coordenado pelo Maradiaga (de Honduras), é composto por: Parolin, o secretário de Estado, Bertello (do Governadorado vaticano), Errázuriz Ossa (do Chile), Gracias (da Índia), Marx (da Alemanha), Monsengwo Pasinya (da República Democrática do Congo), O’Malley (dos Estados Unidos), Pell (da Austrália). O secretário é o bispo de Albano, Marcello Semeraro.

Nesta segunda-feira, no almoço, o Papa recebeu os bispos de Porto Rico em visita “ad limina”; na quarta-feira pela manhã também estará impedido de participar da reunião do C9 devido à Audiência Geral, e porque, às 17h, o presidente russo, Vladimir Putin, visitará o Vaticano.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Começou nesta segunda-feira a décima reunião do C9 do Papa para a reforma da cúria - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV