A Igreja católica dos Estados Unidos gasta 150 milhões com indenizações pelos casos de pedofilia

Revista ihu on-line

A fagocitose do capital e as possibilidades de uma economia que faz viver e não mata

Edição: 537

Leia mais

Juventudes. Protagonismos, transformações e futuro

Edição: 536

Leia mais

No Brasil das reformas, retrocessos no mundo do trabalho

Edição: 535

Leia mais

A fagocitose do capital e as possibilidades de uma economia que faz viver e não mata

Edição: 537

Leia mais

Juventudes. Protagonismos, transformações e futuro

Edição: 536

Leia mais

No Brasil das reformas, retrocessos no mundo do trabalho

Edição: 535

Leia mais

Mais Lidos

  • Governo autoriza 42 novos agrotóxicos e somando 239 registros no ano

    LER MAIS
  • A justiça social é mais importante para evitar doenças mentais do que medicamentos, afirma relator de saúde da ONU

    LER MAIS
  • A Igreja é contra a Reforma da Previdência

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

Por: André | 20 Abril 2015

A Igreja católica dos Estados Unidos gastou, entre junho de 2013 e o mesmo mês de 2014, cerca de 120 milhões de dólares para apoiar vítimas de abusos sexuais de clérigos e 30 milhões em programas de prevenção da pedofilia, de acordo com um relatório anual publicado na sexta-feira, 17 de abril.

A reportagem é publicada por Religión Digital, 19-04-2015. A tradução é de André Langer.

A maior parte dos 150 milhões de dólares foi destinada a indenizações, terapias das vítimas e gastos legais, indicou o relatório encomendado pela Conferência dos Bispos dos Estados Unidos.

Desde que, em 2002, estourou um escândalo sobre atos de pedofilia cometidos por padres, os bispos dos Estados Unidos realizam um estudo anual sobre as denúncias apresentadas sobre o assunto no país.

Vários altos funcionários da Igreja reconheceram que protegeram padres responsáveis por abusos sexuais de crianças.

De acordo com o relatório, houve, no período em questão, 657 denúncias de abusos sexuais contra menores por parte de padres, das quais 130 foram reconhecidas, 243 estão ainda sob investigação e os demais casos não foram comprovados. A maioria das denúncias refere-se a acontecimentos que aconteceram há anos.

“Não devemos ser complacentes com os passos que foram dados. Devemos continuar cumprindo a nossa promessa” de sanar o que aconteceu em 2002, disse o presidente da Conferência Episcopal, o arcebispo Joseph Kurtz. “A Igreja ajudará a (...) jogar luz sobre a escuridão e a combater o mal e os abusos onde quer que sejam cometidos”, acrescentou.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

A Igreja católica dos Estados Unidos gasta 150 milhões com indenizações pelos casos de pedofilia - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV