Compartilhar Compartilhar
Aumentar / diminuir a letra Diminuir / Aumentar a letra

Notícias » Notícias

Encontro da Rede Eclesial Panamazónica: fonte de vida no coração da Igreja

 Foto: CNBB

Realizou-se em Brasília (BR), na sede das Pontifícias Obras Missionárias (POMs), nos dias 9 a 12 de setembro, o Encontro da REDE ECLESIAL PANAMAZÓNICA. Esse encontro foi convocado pelo Departamento Justicia y Solidaridad do CELAM (DEJUSOL) e pela Comissão Episcopal para a Amazônia, da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Também são promotoras desse evento a Confederação Latinoamericana e Caribenha de Religiosos e Religiosas (CLAR), a Caritas Latino-Americana (SELACC), com o apoio do Pontifício Conselho de Justiça e Paz.

A reportagem foi publicada pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil- CNBB, 15-09-2014.

Também participaram desse evento os representantes das Congregações religiosas e outras entidades e grupos que possuem projetos missionários na macrorregião. Como participantes desse encontro, buscamos essa integração para fortalecer nossa presença missionária no território, considerando a riqueza de nossa experiência e aprendizagem. Porém, também como resposta às limitações diversas, como o isolamento de muitas comunidades e/ou organizações eclesiais, ações elaboradas em projetos de horizonte limitado (e nem sempre inseridos numa dinâmica processual), assim como as limitações de recursos humanos e econômicos com que nos defrontamos.

A grande Bacia Amazônica, conhecida como Panamazônia, sempre foi um grande desafio pastoral e missionária para a Igreja Católica. É uma urgência unir forças e criar caminhos de diálogo, cooperação e articulação entre todos os atores eclesiais presentes na região. Com o fim de lançar as bases de uma entidade capaz de proporcionar a criação de consensos em torno da missão da Igreja na Amazônia em vista de uma ação comum, constituiu-se a REDE ECLESIAL PANAMAZONICA (REPAM).

Um tema de debate foi os grandes projetos macro-econômicos, a atuação dos governos nacionais sob a Iniciativa Integral de Infra-estrutura Regional Sul-Americana (IIRSA), e impactos das mudanças climáticas na Amazônia. Em particular se tratou dos impactos sobre o bioma amazônico e na vida das comunidades autóctones presentes na região. O horizontes dos debates se resume nesse lema: "Panamazônia: fonte de vida no coração da Igreja".

De um lado, lembramos que a Amazônia não pertence apenas aos cuidados pastorais de uma Igreja Local de um país ou de um continente, mas à Igreja toda inteira. Por outro, hoje, em tempos de globalização, de uma consciência mais aguda sobre as consequências do aquecimento global, sabemos que a Amazônia é um tesouro necessário a todo o planeta. Ela é um patrimônio de toda humanidade.

Essa consciência sobre a importância de uma ação comum da Igreja na Panamazônia é fruto de um longo processo de amadurecimento. Vários encontros realizados nos últimos anos, em nível de CELAM e também por parte da CNBB, vêm apontando para a necessidade de uma colaboração mais estreita entre as Igrejas de seus países.

De igual modo, essa consciência foi crescendo entre as diferentes instituições religiosas, organismos e projetos missionários. Em vários níveis foram se estabelecendo caminhos de diálogo, de colaboração e a criação de laços, dando forma ao sonho de uma Igreja articulada e em comunhão na Panamazônia. Nesse caminho está sendo muito importante a motivação dada pelo Papa Francisco, quando afirmou que a Amazônia constitui para a Igreja um teste decisivo, um banco de provas para o futuro de toda a região. Para tanto recordamos o que nos diz o Documento de Aparecida:

"Criar nas Américas a consciência sobre a importância da Amazônia para toda humanidade. Estabelecer entre as Igrejas locais de diversos países sul-americanos, que estão na bacia amazónica, uma pastoral de conjunto com prioridades diferenciadas para criar um modelo de desenvolvimento que privilegie os pobres e sirva ao bem comum." (DAp 475)

Animados pelo Espírito que nos tem conduzido nesse encontro, decidimos avançar nessa reflexão e em nossos compromissos, formalizando a criação da REDE ECLESIAL PANAMAZÔNICA (REPAM), tendo:

Como Visão: À luz do Evangelho de Jesus Cristo morto e ressuscitado, queremos viver uma experiência de fraternidade e solidariedade encarnada e inculturada, como instrumento de diálogo e unidade eclesial, sinal e horizonte do Reino de Deus, a serviço da Panamazônia, em defesa da vida, Dom de Deus, seriamente ameaçada, o que implica "criar consciência nas Américas da importância da Amazônia para toda a humanidade." (DAp 475)

E como Missão: A partir de uma plataforma de intercâmbio e enriquecimento mútuo e uma confluência de esforços das Igrejas Locais, Congregações Religiosas e movimentos eclesiais, com voz profética e a serviço da vida e do bem comum, nos propomos como REDE ECLESIAL PANAMAZÔNICA, potenciar de maneira articulada, a ação que realiza a Igreja no território Panamazônico, atualizando e concretizando opções apostólicas conjuntas, integrais e multiescalares, no quadro da doutrina e das orientações da Igreja.

Sobre o papel da REPAM e da Igreja em âmbitos internacionais, sobretudo se acentuou a relação entre a Panamazônia e o meio-ambiente. Nesse sentido a reflexão sobre as mudanças climática foi central. Como resultado do encontro se definiram caminhos concretos para contribuir na COP 20, a se realizar em Lima (Peru) em dezembro desse ano, mediante a subscrição de documentos que apresentarão instituições de Igreja, a elaboração de uma Carta Pastoral, e a preparação da participação conjunta nesse evento.

Esse Encontro terminou com a publicação de uma Declaração Fundacional da criação da REDE ECLESIAL PANAMAZÔNICA.

Carta al Papa Francisco

S.S. Francisco

Ciudad del Vaticano

Brasilia, 12 de septiembre de 2014

Muy querido papa Francisco:

Estamos reunidos, laicos, religiosas, religiosos, sacerdotes y obispos de los países amazónicos, en la ciudad de Brasilia – Brasil para el Encuentro de la Red Eclesial Pan-Amazónica – REPAM.
Nos ha animado su cordial y lúcido mensaje que nos ha hecho llegar por medio del Cardenal Pietro Parolin, Secretario de Estado. Así mismo, como signo de comunión y compromiso eclesial, han participado en este evento un representante del Pontificio Consejo de Justicia y Paz y el corresponsal de Radio Vaticana. ¡Gracias Santo Padre!

En estos días hemos reconocido los valores socio-ambientales de las culturas ancestrales de los pueblos originarios y el impacto destructivo que genera el actual sistema económico en su dignidad como personas y en su entorno natural.

La REPAM asume como visión sus palabras que dijera el 19 de marzo del 2013: ”Nuestra vocación es custodiar toda la creación, la belleza de la creación, como se nos dice en el libro del Génesis y como nos muestra san Francisco de Asís: es tener respeto por todas las criaturas de Dios y por el entorno en el que vivimos”.

Por tanto la misión de la REPAM es la respuesta de Dios a los clamores de los pueblos originarios y de toda la humanidad al tener muy presente su especial preocupación por la Amazonía y al habernos recordado el rol determinante de la Iglesia para el futuro de la región.
Nos ha motivado la propuesta: ”Amazonía: Pulmón del Planeta” y ”corazón de la Iglesia”. También nos ha alentado la participación activa de los cooperadores fraternos de la Iglesia en Norteamérica y Europa.

Como compromiso de nuestro compartir hemos creado formalmente la RED ECLESIAL PAN-AMAZÓNICA – REPAM, la cual ponemos, con total disponibilidad, al servicio de la Iglesia para llevar a la práctica las orientaciones que nos ofrece y las que nos pueda ofrecer en el futuro próximo.

Rezamos por Su Santidad y encomendamos su ministerio petrino a la especial intercesión de la Virgen de Aparecida.

Cardenal Claudio Hummes Mons. Pedro Barreto

Presidente de la Comisión Presidente del Departamento de Episcopal para Amazonia – Brasil Justicia y Solidaridad – CELAM

Mons. José Luis Azuaje Hna. Mercedes Casas

Presidente del Secretariado Latinoamericano Presidenta de la Confederación y del Caribe - Caritas - SELACC Latinoamericana y Caribeña de Religiosas y Religiosos - CLAR

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Cadastre-se

Quero receber:


Refresh Captcha Repita o código acima:
 

Novos Comentários

"O cristianismo é primeiramente uma percepção individual. Após uma verdadeira concepção individ..." Em resposta a: Ocidente secularizado? Culpa de Lutero
"Um belíssimo texto, que se confunde com poesia e que capta muito bem alguns dos anseios humanos por..." Em resposta a: Este é o tempo de redescobrir a confissão. Artigo de Vito Mancuso
"Esse artigo, além de muito bem escrito, está fazendo o maior sucesso na rede. Já foi publicado em..." Em resposta a: A arquitetura mental insustentável por trás do assassinato da onça-pintada Juma

Conecte-se com o IHU no Facebook

Siga-nos no Twitter

Escreva para o IHU

Adicione o IHU ao seus Favoritos e volte mais vezes

Conheça a página do ObservaSinos

Acompanhe o IHU no Medium