Os vencedores da primeira edição do Prêmio Internacional Carlo Maria Martini

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • Papa Francisco: “O que o Evangelho nos pede é ser povo de Deus, não elite de Deus”

    LER MAIS
  • “Eu fui nomeado o quê? Um carnaval” – a surpresa de um padre de 80 anos

    LER MAIS
  • “Não gosto da roupagem que colocam em nós cardeais, é cara e de príncipe”. Entrevista com o novo cardeal mexicano Felipe Arizmendi

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


10 Fevereiro 2014

A primeira edição do Prêmio Internacional Carlo Maria Martini será entregue no próximo dia 15 de fevereiro, na Praça Fontana, sede da Cúria Arquidiocesana de Milão, na Itália.

A nota é do sítio da Fundação Carlo Maria Martini. A tradução é de Moisés Sbardelotto.

Lançado oficialmente pela Arquidiocese de Milão no dia 15 de fevereiro de 2013 (dia do aniversário de nascimento do cardeal, falecido no dia 31 de agosto de 2012), com o objetivo de honrar a sua memória e para prosseguir no rastro do seu ensino, o Prêmio Internacional foi articulado em duas seções.

A primeira, aberta a escritos e obras que tinham como objetivo de contribuir com o estudo e o conhecimento do pensamento e da figura do cardeal Carlo Maria Martini; a segunda, ao desenvolvimento da fecunda relação entre Bíblia e cultura nos seus vários âmbitos: arte, literatura, filosofia, ciência, economia, política, religião, espetáculo.

A entrega das propostas encerrou no dia 31 de agosto de 2013: no total, foram recebidos pela secretaria do prêmio 140 trabalhos, apresentados por 152 concorrentes em nível internacional.

Nas últimas semanas, o júri se reuniu para analisar as obras e anunciar os vencedores.

Para a 1ª Seção (de trabalhos que contribuem "com o estudo e o conhecimento do pensamento e da figura do cardeal Martini), o prêmio foi concedido a:

Cristiana Dobner, por L’eccesso. Tu, Carlo Maria Martini, che dici di Gerusalemme? [O excesso. Tu, C.M.M., o que dizes de Jerusalém?], um ensaio inédito que propõe uma biografia do cardeal sob a perspectiva do seu amor por Israel, incluindo também uma seleção de textos seus pouco conhecidos.

Nicola Salvi, pelo documentário Carlo Maria Martini, uomo di Dio [C.M.M., homem de Deus]. O documentário, digno da melhor tradição italiana, em 55 minutos, traça a parábola de uma existência especial dedicada à Palavra de Deus, mediante também o testemunho daqueles que, leigos e religiosos, foram iluminados pelo magistério do cardeal.

Para a 2ª Seção (de trabalhos que contribuem "com o desenvolvimento da fecunda relação entre Bíblia e cultura, nos seus vários âmbitos), o prêmio foi concedido a:

Raffaele Mellace, por Johann Sebastian Bach. Le Cantate [J.S.B. As cantatas], com prefácio de Christoph Wolff, Ed. L’Epos, Palermo. A poderosa monografia honra a tradição musicológica italiana com resultados de excelência em nível internacional. A originalidade da obra está na atenção específica voltada à cultura literária, religiosa e também teológica do grande compositor.

Nguyen Dinh Anh Nhue, com Tran Thi Ly e Jb. Pham Quy Trong, por The Bible and asian culture. Reading the Word of God in its cultural background and in the Vietnamese context [A Bíblia e a cultura asiática. Lendo a Palavra de Deus em seu viés cultural e no contexto vietnamita]. Três jovens estudiosos vietnamitas souberam dar, por meio do seu trabalho, um estímulo ao eventual desenvolvimento de outras pesquisas sobre a relação entre a Bíblia e a cultura asiática.

Mediante uma menção especial por excelência, o júri decidiu destacar – pelo seu alto perfil – as obras de três autores que teceram um vínculo com o cardeal durante a sua vida e pela consequente precisão de documentação. Trata-se de Marco Garzonio, por Il profeta. Vita di Carlo Maria Martini (Ed. Mondadori); Damiano Modena, por Carlo Maria Martini. Il silenzio della Parola [C.M.M. O silêncio da Palavra] (Ed. San Paolo - Corriere della Sera); Aldo Maria Valli, por Storia di un uomo [História de um homem] (Ed. Ancora).

A cerimônia de premiação será realizada no sábado, 15 de fevereiro, às 11 horas (dia do aniversário do cardeal Martini), na Sala de Conferências da Cúria Arquidiocesana, na Praça Fontana 2, em Milão, com a presença do cardeal Angelo Scola e dos membros do júri.

As próximas edições do prêmio serão organizadas pela Fundação Carlo Maria Martini, constituída pela Companhia de Jesus e pela Diocese de Milão, com a participação da família do falecido cardeal. Além de prestar homenagem à memória do cardeal, o objetivo da fundação é promover o conhecimento e o estudo da sua vida e das suas obras, e de manter vivo o espírito que animou o seu compromisso.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Os vencedores da primeira edição do Prêmio Internacional Carlo Maria Martini - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV