Cardeal Nicora deixa a Autoridade de Informação Financeira

Revista ihu on-line

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Mais Lidos

  • Papa Francisco condena perseguição antigay e está preocupado com “cura gay”

    LER MAIS
  • Opositores do papa: continuem assim

    LER MAIS
  • Católicos e anglicanos - Trabalhar juntos para bem da humanidade, diz secretário do Vaticano

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

Por: Jonas | 31 Janeiro 2014

O cardeal Attilio Nicora, que completará 77 anos em março, deixa a presidência da Autoridade de Informação Financeira (AIF), estabelecida em fins de 2010, por Bento XVI, para prevenir e combater a lavagem de dinheiro e o financiamento ao terrorismo.

 
Fonte: http://goo.gl/Pp6YDK  

A reportagem é de Andrea Tornielli, publicada por Vatican Insider, 30-01-2014. A tradução é do Cepat.

“O Santo Padre – lê-se no boletim da Santa Sé – acolheu o pedido” do cardeal Nicora “de ser dispensado do cargo de presidente da Autoridade de Informação Financeira”. Uma ênfase para lembrar que o pedido chegou diretamente ao Papa (sem intermediários) pelas mãos do remetente, que nos últimos anos teve algumas complicações físicas.

Em seu lugar, “ad interim”, Francisco nomeou como presidente da AIF o bispo Giorgio Corbellini, atual presidente do Escritório de trabalho da Sé Apostólica e da Comissão disciplinar da Cúria Romana, cargos que manterá. Corbellini foi subsecretário do Governatorado e “número dois” de dom Carlo Maria Viganò, que foi transferido para os Estados Unidos, cujas cartas de denúncia enviadas ao Papa, sobre a situação interna do Governatorado, foram os primeiros documentos vazados no caso “vatileaks”.

Com a saída de Nicora, que sempre esteve em sintonia com o então presidente do IOR, Ettore Gotti Tedeschi, reforça-se a posição do diretor da AIF, o suíço René Brülhart.

Nessas primeiras semanas do novo ano, a poucos dias da próxima reunião dos oito cardeais conselheiros do Papa (que se ocuparão do IOR e das finanças), do final do trabalho das comissões referentes, encarregadas de examinar a situação do “banco vaticano” e das finanças administrativas, o Papa tomou decisões muito significativas. A mais importante foi a nomeação de uma nova comissão cardinalícia de vigilância sobre o IOR. A segunda foi a de hoje. No setor das finanças vaticanas, além de dom Corbellini, também foi nomeado “ad interim” o prelado do IOR, Battista Ricca.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Cardeal Nicora deixa a Autoridade de Informação Financeira - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV