Frases do dia

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • O ataque ao Capitólio e a tentativa de golpe contra o Papa Francisco. Artigo de Massimo Faggioli

    LER MAIS
  • “A pandemia demonstrou as consequências de 40 anos de neoliberalismo”, avalia Joseph Stiglitz

    LER MAIS
  • Carta ao Povo Brasileiro: por vacina para todos, retorno do auxílio emergencial, mais recursos para o SUS e Fora Bolsonaro

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


13 Janeiro 2014

Camarão e lagosta

“Enquanto a família Sarney come camarão e lagosta, o povo passa fome” – Gutemberg Bogea, jornalista – Zero Hora, 13-01-2014.

Endoidou de vez!

“Agora, mais do que nunca, torna-se necessária uma intervenção federal no Maranhão. A governadora endoidou de vez” – Domingos Dutra, deputado federal –SDD-MA - sobre os editais do governo Roseana Sarney (PMDB) para abastecer os palácios de lagosta e camarão – Folha de S. Paulo, 13-01-2014.

Rico sem caviar é um miserável

“Eremildo fez umas contas de economia doméstica com a despensa da doutora Roseana. Ela pretendia gastar R$ 1 milhão para abastecer seu palácio e a casa de verão durante um ano. Isso dá uma conta de US$ 418 mil. (Isso para não se falar no caviar para visitantes ilustres.) Como disse a doutora, o Maranhão tem problemas porque "está mais rico", e rico sem caviar é um miserável" – Elio Gaspari, jornalista – Correio do Povo, 12-01-2014.

Rosena e Bloomberg

"O bilionário Michael Bloomberg foi prefeito de Nova York durante 12 anos e a conta dos almoços e cafés da manhã de seu gabinete ficou em US$ 890 mil, ou US$ 74 mil por ano. Uma diferença: Bloomberg, que já era bilionário quando entrou para a política, pagou a fatura com dinheiro do próprio bolso" – Elio Gaspari, jornalista – Correio do Povo, 12-01-2014.

Voz do Brasil

“Depois de três dias de silêncio, Dilma Rousseff recorreu ontem ao Twitter para comentar a barbárie no Maranhão. Foi o mesmo expediente usado há um mês após a pancadaria entre as torcidas de Vasco e Atlético-PR em Joinville (SC)” – Bernardo Mello Franco, jornalista – Folha de S. Paulo, 11-01-2014.

Monólogo

“Ao se refugiar no microblog em vez de dar entrevistas, a presidente evita ter que responder a perguntas incômodas. Um exemplo: "A senhora ainda pretende apoiar a campanha de Roseana ao Senado?" – Bernardo Mello Franco, jornalista – Folha de S. Paulo, 11-01-2014.

Humano

“Todo humano é humano antes de ser qualquer outra coisa, inclusive um monstro” – Luís Fernando Verissimo, escritor – Zero Hora, 13-01-2014.

Campeões

“Penitenciárias superlotadas e violentas não são vergonhas só brasileiras, claro. O problema de como alojar apenados, tratá-los como gente e se possível reabilitá-los é internacional. Mas as cenas da barbárie no Maranhão mostraram um grau de selvageria provocado pelos anos de indiferença, que espantou o mundo. Chegamos a isto. Somos os campeões do descaso e das suas conseqüências” – Luís Fernando Verissimo, escritor – Zero Hora, 13-01-2014.

De olho

“O presidente do conselho federal da Ordem dos Advogados do Brasil, Marcus Vinicius Coêlho, é candidato a uma vaga no Supremo Tribunal Federal. Espera que o senador José Sarney ajude a levar seu pleito à doutora Dilma” – Elio Gaspari, jornalista – Correio do Povo, 12-01-2014.

Persona...

"É antiga a implicância de Roseana Sarney (PMDB) com Maria do Rosário (PT), vetada na comitiva federal que foi ao Maranhão na semana passada. Em 2011, a ministra dos Direitos Humanos desembarcou no Estado sem avisá-la para negociar com quilombolas" – Bernardo Mello Franco, jornalista – Folha de S. Paulo, 11-01-2014.

... non grata

"Assim que soube de sua presença, Roseana convocou a petista ao Palácio dos Leões. Lá, disse não admitir que uma ministra fosse ao Maranhão tratar de "assuntos dessa natureza'' sem aviso prévio" – Bernardo Mello Franco, jornalista – Folha de S. Paulo, 11-01-2014.

Rolezinhos

“Shoppings quebram as barreiras do que é público e privado. São ao mesmo tempo as duas coisas. Vem daí a dificuldade de lidar com os "rolezinhos", essa nova maneira de protestar de jovens que ontem descambou para seu primeiro episódio de violência, em Itaquera” – Fábio Zanini, jornalista – Folha de S. Paulo, 13-01-2014.

A nova Paulista

“A foto de um PM tentando dar um golpe de cassetete num jovem, na capa da Folha de ontem, traz lembrança imediata de outra bem parecida, da edição de 14 de junho do ano passado, em que um policial desce borrachada num casal na avenida Paulista. Naquele momento, a imagem agressiva ajudou a dar gás aos protestos de junho. O mesmo pode acontecer agora” – Fábio Zanini, jornalista – Folha de S. Paulo, 13-01-2014.

“Para a turma dos "rolezinhos", os shoppings são a nova Paulista" – Fábio Zanini, jornalista – Folha de S. Paulo, 13-01-2014.

“Pelo menos na avenida, após anos de manifestações, as autoridades sabem um pouco o que esperar. Desta vez, ninguém tem ideia de como agir” – Fábio Zanini, jornalista – Folha de S. Paulo, 13-01-2014.

Voz do Brasil

“Depois de três dias de silêncio, Dilma Rousseff recorreu ontem ao Twitter para comentar a barbárie no Maranhão. Foi o mesmo expediente usado há um mês após a pancadaria entre as torcidas de Vasco e Atlético-PR em Joinville (SC)” – Bernardo Mello Franco, jornalista – Folha de S. Paulo, 11-01-2014.

Monólogo

“Ao se refugiar no microblog em vez de dar entrevistas, a presidente evita ter que responder a perguntas incômodas. Um exemplo: "A senhora ainda pretende apoiar a campanha de Roseana ao Senado?" – Bernardo Mello Franco, jornalista – Folha de S. Paulo, 11-01-2014. 

Basta

"Tudo bem, esse texto foi uma lambança, mas já deu de mimimi', né?" - José Eduardo Dutra, ex-presidente do PT,  , no Twitter , dizendo que não quer mais ouvir reclamações de dirigentes do PSB sobre a nota petista com ataques a Eduardo Campos – Folha de S. Paulo, 11-01-2014.

Orai, deputados

“Os gabinetes dos deputados federais, em Brasília, receberam, ontem, umas caixas brancas de papelão. Coisa fina.  Mas não tinha nome do remetente, apenas um endereço de Utah, nos EUA. Dentro delas, bíblias, em inglês, de capa preta e letras douradas” – Ancelmo Gois, jornalista – O Globo, 11-01-2014.

Aliás...

"A Bíblia pode ser útil. Até porque o lugar está infestado de pecadores" – Ancelmo Gois, jornalista – O Globo, 11-01-2014.

Festival de glúteos

“Este é o país cujas praias são um festival de glúteos sem paralelo no mundo --em todos os sentidos. Em nenhum outro os biquínis são fabricados para expor tanto as nádegas. Meninas, adolescentes, jovens adultas, mães de família e até avós os usam, sem provocar qualquer comoção. Tanto que o comentário da eterna vedete Carmen Verônica, "No meu tempo enfiava-se a bunda na calcinha; hoje, enfia-se a calcinha na bunda", foi só técnico, sem conotação moral” – Ruy Castro, escritor – Folha de S. Paulo, 13-01-2014.

Inadequadas

“Não se veem calcinhas tão micro nas praias de outros países - a mulher europeia mostra os seios com naturalidade, mas é recatada do cóccix para baixo. As próprias sungas masculinas brasileiras, de tão mínimas, são consideradas "inadequadas" na Califórnia e na Flórida. Então ficamos assim: alguns países não querem ver seios na praia; outros, não querem ver bundas” – Ruy Castro, escritor – Folha de S. Paulo, 13-01-2014.

Quem fica

“Apesar do fogo amigo no PT, Haddad garante que Leda Paulani, sua colega de USP, continuará na Secretaria de Planejamento” – Bernardo Mello Franco, jornalista – Folha de S. Paulo, 13-01-2014.

A fila anda

“Com a escolha de dom Orani Tempesta, do Rio, outro arcebispo assume o primeiro lugar na fila dos brasileiros que esperam para virar cardeal: dom Murilo Krieger, de Salvador” – Bernardo Mello Franco, jornalista – Folha de S. Paulo, 13-01-2014.

Orfandade

“Desde a saída de dom Geraldo Majella Agnelo, que seguiu a praxe de renunciar aos 75 anos, a capital baiana não tem um cardeal para chamar de seu” – Bernardo Mello Franco, jornalista – Folha de S. Paulo, 13-01-2014.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Frases do dia - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV