Papa Francisco abole o título de Monsenhor para os padres com menos de 65 anos

Revista ihu on-line

O Brasil na potência criadora dos negros – O necessário reconhecimento da memória afrodescendente

Edição: 517

Leia mais

Base Nacional Comum Curricular – O futuro da educação brasileira

Edição: 516

Leia mais

Renúncia suprema. O suicídio em debate

Edição: 515

Leia mais

O Brasil na potência criadora dos negros – O necessário reconhecimento da memória afrodescendente

Edição: 517

Leia mais

Base Nacional Comum Curricular – O futuro da educação brasileira

Edição: 516

Leia mais

Renúncia suprema. O suicídio em debate

Edição: 515

Leia mais

Mais Lidos

  • ''A Igreja precisa ouvir as pessoas homossexuais.'' Entrevista com o jesuíta James Martin

    LER MAIS
  • O que há por trás da renúncia do bispo nigeriano rejeitado por padres e fiéis por ser de outra etnia?

    LER MAIS
  • CF 2018: uma reflexão necessária!

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

06 Janeiro 2014

Mais um movimento para reformar o clero e eliminar o carreirismo na Igreja católica. Papa Francisco aboliu o título honorífico pontifício de "Monsenhor" para os padres seculares com idade inferior a 65 anos. De agora em diante, o único título honorífico pontificio que será concedido aos padres seculares (isto é, padres de uma diocese que não são monges ou frades, ou seja religiosos) é o de Capelão de Sua Santidade. O título será concedido eventualmente aos padres com mais de 65 anos.

A informação é de Gerard O'Connell e pubicada por Vatican Insider, 04-01-2014.

A Secretaria de Estado comunicou esta notícias aos Núncios Apostólicos em todo mundo e pediu que eles informem a todos os bispos dos seus países. O Núncio Apostólico da Grã-Bretanha, o arcebispo Antonio Mennini, escreveu, por exemplo, a todos os bispos da Grã-Bretanha informando a decisão do Papa. Uma decisão que, no entanto, não é retroativa: aqueles que têm o título de Monsenhor não o perderão.

Ao tomar tal decisão o Papa se inspirou nas reformas introduzidas por Paulo VI, em 1968, na esteira do Concílio Vaticano II. Antes havia 14 'graus' de Monsenhor. Com Paulo VI eles foram reduzidos a três: Protonotário Apostólico, Prelado de Honra de Sua Santidade e Capelão de Sua Santidade. Três reconhecimentos que eram concedidos pelo Papa aos padres cujos nomes eram propostos pelos bispos locais. Muitos bispos, porém, não propunham os nomes de padres que tinham desenvolvido um serviço particularmente importante para a Igreja, mas premiavam os que eram fieis à sua pessoa. Com a decisão de Francisco, as coisas mudam.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Papa Francisco abole o título de Monsenhor para os padres com menos de 65 anos - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV