Uma resposta que indica a todos a via de saída dos fundamentalismos. Artigo de Umberto Veronesi

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • Irã. A história política do país persa, xiita e anti-imperialista

    LER MAIS
  • Alvim e Goebbels: Foi traçado um limite para o absurdo

    LER MAIS
  • Com acusação de ambientalistas que trabalham na proteção da Amazônia, "o medo está instalado", diz Libération

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

13 Setembro 2013

Mesmo diante de nós tão complexos no debate entre laicos e religiosos, Bergoglio não se encastelou na rigidez fideísta.

A opinião é do oncologista e ex-ministro da Saúde italiano Umberto Veronesi, em depoimento publicado no jornal La Repubblica, 12-09-2013. A tradução é de Moisés Sbardelotto.

Eis o texto.

Como não crente e apaixonado pela história das religiões, a carta do papa me impressionou: eu não esperava um texto tão detalhado, acurado e que se oferece ao debate público, através do jornal La Repubblica.

No centro desse debate, está Jesus, uma figura crítica no debate entre laicos e crentes pela necessidade de separar o Jesus histórico do Jesus querigmático.

Nós, laicos, admiramo-nos com o ensino humano de Jesus e lhe somos próximos porque ele cria um campo favorável para uma ética compartilhável, baseada no amor, na solidariedade e na paz.

Não podemos, contudo, aceitar a sua dimensão divina, que, para a fé, é a que mais importa. Mesmo diante de um nó tão complexo, Bergoglio não se encastelou na rigidez fideísta.

E essa é a segunda razão do meu estupor. Eu não esperava uma busca do diálogo tão direta e aberta. O diálogo é a via de saída dos fundamentalismos religiosos, que estão na origem de muita conflitualidade mundial.

A resposta do papa também me deu uma esperança concreta de uma evolução rumo à tolerância e à coexistência iluminada.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Uma resposta que indica a todos a via de saída dos fundamentalismos. Artigo de Umberto Veronesi - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV