A alegria dos franciscanos pela visita do Papa Francisco a Assis

Revista ihu on-line

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Vilém Flusser. A possibilidade de novos humanismos

Edição: 542

Leia mais

Planos de saúde e o SUS. Uma relação predatória

Edição: 541

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Vilém Flusser. A possibilidade de novos humanismos

Edição: 542

Leia mais

Planos de saúde e o SUS. Uma relação predatória

Edição: 541

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Vilém Flusser. A possibilidade de novos humanismos

Edição: 542

Leia mais

Planos de saúde e o SUS. Uma relação predatória

Edição: 541

Leia mais

Mais Lidos

  • Vaticano, roubadas da igreja estátuas indígenas consideradas “pagãs” e jogadas no Tibre

    LER MAIS
  • A peleja religiosa. Artigo de José de Souza Martins

    LER MAIS
  • Começa a hora da decisão para os bispos da Amazônia na semana final do Sínodo. Artigo de Thomas Reese

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

Por: André | 24 Maio 2013

A notícia foi recebida “com alegria e júbilo, acompanhada por uma longa salva de palmas, em toda a comunidade dos Freis da Basílica de São Francisco de Assis; depois, houve um longo tocar de sinos chamando à festa”. A revelação, feita “no calor da notícia”, foi feita pelo padre Enzo Fortunato, diretor da Sala de Imprensa do Sagrado Convento de Assis e da revista San Francesco Patrono d’Italia. O padre Fortunato também acrescentou: “Nosso sítio foi tomado de assalto assim que saiu a notícia da viagem do Papa a Assis; são centenas de orações que chegaram dos usuários conectados à webcam colocada no túmulo de São Francisco”. O anúncio chega três semanas depois do encontro entre “o Papa Francisco, o ministro geral da Ordem dos Frades Menores Conventuais, o padre Marco Tasca, o custódio do Sacro Convento de Assis, o padre Mauro Gambetti” e o próprio padre Fortunato. O padre Mauro Gambetti, Custódio do Sacro Convento de Assis, concedeu uma entrevista ao Vatican Insider sobre a visita do Papa Francisco.

A entrevista é de Domenico Agasso Jr. e publicada no sítio Vatican Insider, 23-05-2013. A tradução é do Cepat.

Eis a entrevista.

Então, o Papa Francisco visitará Assis no dia da festa de São Francisco...

Todos estávamos esperando por isso. Conto-lhe uma anedota pessoal: quando nos reunimos com Francisco, no dia 2 de maio passado, teria gostado de lhe dizer: “Quando decidir vir para nos visitar, não se preocupe; basta que nos comunique na noite anterior”. Ao final, não pude dizê-lo. Mas agora, para a alegria de todos nós, já não será necessário que o diga.

Qual é o clima que se respira em Assis desde o dia 13 de março, dia da eleição do primeiro Papa que escolheu chamar-se Francisco?

Francisco trouxe um clima de novidade. Percebe-se isso, sobretudo, nas pessoas que se aproximam; este novo desejo de buscar um contato com Deus, com a espiritualidade. Os que vêm a Assis nem sempre têm muito claro qual é o rosto deste Deus, mas Francisco mostrou claramente o rosto de Jesus Cristo, é um reflexo de Jesus Cristo. Muitas vezes há um desejo religioso no coração de cada um, que talvez não está bem delineado: pois bem, agora vejo que as pessoas renovaram o impulso desta busca. Penso que tudo isto é uma novidade suscitada pelo Papa ao tomar o nome de Francisco.

Quais são as características de São Francisco que o Papa reflete?

Eu gosto muito do sentido de liberdade que se percebe em sua forma de ser, desde a atitude e os gestos do Pontífice. É um sentido de liberdade que anda de mãos dadas com sua simplicidade. Penso que é uma das coisas que caracterizou a vida de São Francisco e, agora, a do Papa Francisco.

A Igreja e, em particular, sua hierarquia, necessita de uma reforma? Poderá Francisco mudar algo na Cúria Romana? Quais são suas esperanças a este respeito?

A esperança é que, com esta forma imediata e simples de se relacionar, Francisco poderá imprimir na Igreja uma simplificação, para que a relação com as pessoas, com o mundo, passe através de canais diretos, transparentes e simples. Talvez, nos estamos tornando muito estruturais, muito formais, não no sentido da hipocrisia, mas no sentido de que assumimos muita “forma”. Por isto, em vez de nos aproximarmos das pessoas, as próprias pessoas sentem que devem estar a uma certa distância.

Aumentaram as pessoas que viajam para Assis desde a eleição do Papa Francisco?

Como também foi Semana Santa, além do número de pessoas, aumentou o interesse espiritual e dos meios de comunicação.

A propósito de seu primeiro encontro de 2 de maio passado, que impressão lhe deixou o Papa quando o viu de perto?

Imediatamente o identifiquei como um homem verdadeiro. Francisco tem nos olhos um sorriso que fala da profundidade deste homem e de sua já famosa simplicidade.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

A alegria dos franciscanos pela visita do Papa Francisco a Assis - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV