“Não se pode crer em Jesus sem a Igreja”, diz Papa Francisco

Revista ihu on-line

Veganismo. Por uma outra relação com a vida no e do planeta

Edição: 532

Leia mais

Veganismo. Por uma outra relação com a vida no e do planeta

Edição: 532

Leia mais

Etty Hillesum - O colorido do amor no cinza da Shoá

Edição: 531

Leia mais

Etty Hillesum - O colorido do amor no cinza da Shoá

Edição: 531

Leia mais

Missões jesuíticas. Mundos que se revelam e se transformam

Edição: 530

Leia mais

Missões jesuíticas. Mundos que se revelam e se transformam

Edição: 530

Leia mais

Mais Lidos

  • O melhor professor do mundo é Peter, franciscano do Quênia

    LER MAIS
  • Bolsonaro estimula celebração do golpe militar de 1964; generais pedem prudência

    LER MAIS
  • Líder de movimento social é assassinada no Pará

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

Por: André | 25 Abril 2013

O Papa Francisco afirmou, nesta terça-feira, que é um “absurdo querer viver com Jesus, mas sem a Igreja, amar Jesus sem a Igreja e que não se pode crer em Jesus sem a Igreja” e advertiu que esta não deve seguir o caminho da mundanidade.

A reportagem está publicada no sítio espanhol Religión Digital, 23-04-2013. A tradução é do Cepat.

O pontífice fez estas declarações durante a missa que presidiu na capela Paulina, do Vaticano, por ocasião da festividade de São Jorge, que é o seu onomástico, da qual participaram os cardeais da cúria romana.

O Papa Bergoglio agradeceu aos purpurados, “porque me sinto muito bem acolhido por vocês, porque me encontro bem com vocês”, disse, após o que se referiu à missão da Igreja de difundir o Evangelho.

O Bispo de Roma assegurou que a identidade cristã “não é um documento de identidade”, mas que a identidade é “pertencer à Igreja”.

“Encontrar Jesus fora da Igreja não é possível. O grande Paulo VI dizia que é uma dicotomia absurda querer viver com Jesus sem a Igreja, seguir Jesus fora da Igreja, amar Jesus sem a Igreja”, afirmou. Francisco acrescentou que a Igreja “que Jesus nos dá, nos dá por sua vez a identidade, que não é apenas um selo, mas uma pertença”.

O papa argentino acrescentou que a Igreja caminha entre as perseguições do mundo e o consolo do Senhor e advertiu que “se queremos ir pelo caminho da mundanidade, nunca teremos o consolo do Senhor”.

“A Igreja sempre caminha entre a Cruz e a Ressurreição, entre as perseguições e o consolo do Senhor. Esse é o caminho e quem caminha por ele nunca se equivoca”, assegurou.

O pontífice argentino exortou os fiéis a caminhar todos juntos, “levando o nome de Jesus no seio da Santa Mãe Igreja, hierárquica e católica, como dizia Santo Inácio de Loyola”.

Da missa participaram, entre outros, o cardeal secretário de Estado, Tarcisio Bertone; o decano do colégio cardinalício, Angelo Sodano; e o cardeal espanhol Antonio Cañizares, prefeito da Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

“Não se pode crer em Jesus sem a Igreja”, diz Papa Francisco - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV