Frases do dia

Revista ihu on-line

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Mais Lidos

  • Bartomeu Melià: jesuíta e antropólogo evangelizado pelos guarani (1932-2019)

    LER MAIS
  • Bolsonaro institui o Dia do Rodeio na Festa de São Francisco de Assis

    LER MAIS
  • “O transumanismo acredita que o ser humano está em um suporte equivocado”, afirma filósofo

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

02 Agosto 2012

Fadiga

“Aquele deslumbramento inicial da nova classe média com as possibilidades de consumo começa a dar sinais de fadiga. O que o Brasil precisa é pensar com muito mais cuidado em como aumentar a poupança e o investimento [em torno de 17% e 19% do PIB em 2011, respectivamente], e não o consumo” – Eduardo Giannetti, economista – Folha de S. Paulo, 02-08-2012.

Abuso

“Se o preço das commodities se mantiver onde está, já será um ótimo cenário, pois o perigo é que ele caia, diante da crise na Europa e da desaceleração da China, importante consumidora. E aí vamos para um território muito perigoso: no caso de qualquer parada no financiamento externo, o país vai para a beira do abismo. É o risco do abuso da poupança externa” – Eduardo Giannetti, economista – Folha de S. Paulo, 02-08-2012.

Esquerda 1

"A esquerda deve saber encarnar a urgência daqueles que sentem mais claramente o sofrimento social advindo da precariedade do trabalho, da pauperização e das múltiplas formas de exclusão. Mas é difícil encarar tal urgência quando se começa a viver em apartamentos de 6,5 milhões de reais" - Vladimir Safatle, professor de Filosofia, no livro "A esquerda que não teme dizer o seu nome" (São Paulo: Três Estrelas, 2012), p. 16.

Esquerda 2

"A esquerda deve mostrar que é capaz de governar sem produzir novas modalidades de sofrimento e insegurança social.(...) Ela deve ser capaz de sentir o sofrimento social e capaz de ter a inteligência técnica para resolvê-lo no cotidiano" - Vladimir Safatle, professor de Filosofia, no livro "A esquerda que não teme dizer o seu nome" (São Paulo: Três Estrelas, 2012), p. 16-17.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Frases do dia - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV