FAO convoca comunidade internacional a combater as perdas e o desperdício de alimentos

Revista ihu on-line

A fagocitose do capital e as possibilidades de uma economia que faz viver e não mata

Edição: 537

Leia mais

Juventudes. Protagonismos, transformações e futuro

Edição: 536

Leia mais

No Brasil das reformas, retrocessos no mundo do trabalho

Edição: 535

Leia mais

A fagocitose do capital e as possibilidades de uma economia que faz viver e não mata

Edição: 537

Leia mais

Juventudes. Protagonismos, transformações e futuro

Edição: 536

Leia mais

No Brasil das reformas, retrocessos no mundo do trabalho

Edição: 535

Leia mais

A fagocitose do capital e as possibilidades de uma economia que faz viver e não mata

Edição: 537

Leia mais

Juventudes. Protagonismos, transformações e futuro

Edição: 536

Leia mais

No Brasil das reformas, retrocessos no mundo do trabalho

Edição: 535

Leia mais

Mais Lidos

  • Foto de um pai e sua filha afogados na fronteira mexicana ilustra drama migratório

    LER MAIS
  • Centro Âncora: uma iniciativa para o cuidado de presbíteros e religiosos

    LER MAIS
  • Secretário do Cimi denuncia governo Bolsonaro em sessão do Conselho de Direitos Humanos da ONU

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

15 Junho 2012

As perdas mundiais de alimentos e resíduos nos países industrializados chegam a aproximadamente 680 bilhões de dólares.

A Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) convocou nesta quarta-feira a comunidade internacional a realizar um esforço para “reduzir as perdas e o desperdício de alimentos”.

A reportagem é da AFP e reproduzida por EcoDebate, 14-06-2012.

A entidade apoia a iniciativa “Save Food”, lançada em 2011, que tem por objetivo reduzir as perdas de alimentos e impulsionar a sustentabilidade, indicou em um comunicado divulgado poucos dias antes da abertura no Brasil da Conferência sobre Desenvolvimento Sustentável da ONU (Rio+20), onde o tema será debatido.

Segundo cálculos do movimento “Save Food”, cerca de 1,3 bilhão de toneladas de alimentos se perdem ou são desperdiçados a cada ano, o que corresponde a um bilhão de dólares.

A agência das Nações Unidas, baseada em Roma, junto com a Messe Düsseldorf GmbH, que organiza feiras comerciais, e a Interpack, uma feira de embalagens, convidaram o setor privado, assim como organizações sem fins lucrativos, a participar da rede de fornecimento de alimentos e se unir a este esforço graças a sua experiência.

“As novas tecnologias, melhores práticas, a coordenação e os investimentos em infraestrutura – desde a produção de alimentos até o consumo – são fundamentais para a redução das perdas e do desperdício de alimentos”, sustenta a FAO.

“Um terço dos alimentos produzidos no mundo para o consumo humano é desperdiçado ou perdido, assim como os recursos naturais utilizados para sua produção”, reconhece a entidade especializada.

As perdas mundiais de alimentos e resíduos nos países industrializados chegam a aproximadamente 680 bilhões de dólares, e a 310 bilhões nos países em desenvolvimento, segundo os números da FAO.

“Se apenas um quarto dos alimentos que atualmente são perdidos ou desperdiçados em todo o mundo for recuperado, seria suficiente para alimentar as 900 milhões de pessoas que têm fome no mundo”, afirmou Robert van Otterdijk, chefe da Equipe da Save Food.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

FAO convoca comunidade internacional a combater as perdas e o desperdício de alimentos - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV