Biologia sintética. O redesenho da vida e a criação de novas formas de existência

Edição: 429

Revoluções tecnocientíficas, culturas, indivíduos e sociedades. A modelagem da vida, do conhecimento e dos processos produtivos na tecnociência contemporânea .

Cuidado de si e biopolítica

Edição: 472

Pensar os processos biopolíticos a partir de um paradigma contemporâneo exige abordar a realidade em nível molecular. Quando os biopoderes operam de forma fragmentária, particularizada, o cuidado de si, com todos seus discursos, práticas e procedimentos tecnocráticos, torna-se um tipo de governo descentralizado da vida humana, permeando todos os âmbitos de nossa experiência em sociedade.

Cidadania vigiada. A hipertrofia do medo e os dispositivos de controle

Edição: 495

Um dos problemas urgentes e graves do mundo contemporâneo é a segurança, e a disseminação do tema estabelece uma sensação generalizada de medo. Acossadas, as pessoas aceitam abrir mão da autonomia em troca da proteção prometida por dispositivos de controle e de vigilância social. A consequência disso é a criação de sistemas de controle social cada vez mais sofisticados. Em um cenário que combina sociedades amedrontadas e novas possibilidades tecnológicas de vigilância e controle da vida, percebe-se uma fragilização de direitos humanos fundamentais em nome da segurança.

Publicações

  • Cadernos IHU ideias

    260ª edição - Itinerários versados: redes e identizações nas periferias de Porto Alegre

    Autor: Leandro Rogério Pinheiro

    Acessar PDF
  • Cadernos IHU ideias

    259ª edição - Identidade de Esquerda ou Pragmatismo Radical?

    Autor: Moysés Pinto Neto

    Acessar PDF
  • Cadernos IHU ideias

    258ª edição - O impensado como potência e a desativação das máquinas de poder

    Autor: Rodrigo Karmy Bolton

    Acessar PDF

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU

Mais Lidos