“Sempre que um Papa está doente, ocorre uma brisa ou um furacão de conclave”. A ironia do Papa Francisco

Revista ihu on-line

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Mais Lidos

  • “Os pecados da carne não são os mais graves. Os mais graves são aqueles que têm mais 'angelicalidade': a soberba, o ódio”. Entrevista do Papa Francisco

    LER MAIS
  • Digital, serial, algorítmica, a cultura do século XXI chegou

    LER MAIS
  • Ômicron, natureza e arrogância humana: uma guerra entre patógenos e humanos. Artigo de Alexandre A. Martins

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


31 Agosto 2021

 

Uma nova temporada de rádio começa, e COPE estreia oficialmente em 1º de setembro, Carlos Herrera fazendo uma aparição em seu programa para anunciar uma entrevista exclusiva que ele preparou para esta quarta-feira no programa  'Herrera en COPE': entrevista com o Papa Francisco.

A reportagem é publicada por COPE, 30-08-2021.

Esta é a primeira entrevista que o Papa concede a uma rádio espanhola e a primeira depois de sua operação.

Passaram-se 8:01 minutos nesta, segunda-feira, 30 de agosto, quando Sergio Barbosa deu lugar a Carlos Herrera para “anunciar ao seu público o que nos espera para a próxima quarta-feira”. E logo em seguida, Herrera disse “bem, para não andar por aí, circulando, não deixando nem cinco minutos o que um jornalista pode fazer em Roma, que são muitas coisas, mas uma delas, a verdade é que não é muito comum, é entrevistar o Papa Francisco, o que fizemos”.

Desta forma, Carlos Herrera anunciou que “na quarta-feira começamos com uma entrevista exclusiva com o Papa Francisco, uma entrevista que tem sido realizada há horas, nos últimos dias”.

“Uma entrevista que durará uma hora e meia, na qual o Papa também responde a tudo”, diz Herrera, acrescentando que “viemos com muitas perguntas e saímos do Vaticano com muitas respostas”.

Acima de tudo, quando hoje “ainda há especulação em alguns meios de comunicação, essencialmente argentinos, mas também italianos, sobre a saúde do Papa e a renúncia do Papa. A saúde do Papa é sempre um tema de interesse”. A este respeito, Herrera lembrou que “o Papa foi operado no início de julho e agora, no fim do verão, concede esta entrevista na qual fala de sua saúde e também de seu humor argentino”.

Para não esperar muito pela próxima quarta-feira, pudemos ouvir as palavras do Papa Francisco, uma pequena prévia da entrevista que ouviremos daqui a dois dias, na qual o Papa fala sobre sua saúde. À pergunta de Herrera para saber como ele está, o Papa responde: “Ainda estou vivo”.

O Pontífice acrescenta que “um enfermeiro salvou minha vida, um homem com muita experiência. É a segunda vez na minha vida que um enfermeiro salva minha vida. A primeira foi no ano de 1957”.

Sobre uma possível renúncia do Papa Francisco, ele responde que “sempre que o Papa está doente, há uma brisa ou um furacão de conclave”.

A seguir, Herrera passa a detalhar alguns aspectos dessa entrevista exclusiva com o Papa Francisco que aconteceu em “sua residência, Santa Marta, onde mora o Papa, que é como um pequeno hotel dentro do Vaticano onde se hospedam desde leigos até religiosos que estão visitando o Vaticano e tem uma pequena estada lá”.

Herrera afirma que “é a única condição que o Papa impôs ao realizar a entrevista, que era fazê-la em casa”.

E dentro de Santa Marta, como se pode ver na fotografia, a conversa entre o Papa Francisco e Carlos Herrera se deu “em uma pequena biblioteca. Erguemos tapetes, no melhor dos sentidos, movemos mesas... Colocamos uma Virgem por quem o Papa sente muito fervor, que é a Virgem Desatadora de Nós, colocamos a Virgem da Candelária a quem rezamos uma Ave Maria e lá conversamos longamente sobre tudo praticamente tudo”, detalha Herrera.

“O Papa fala de saúde, desses rumores de demissão, mas também falou de eutanásia na Espanha, Afeganistão, emigração, Catalunha, mandou uma mensagem aos Estados Unidos e à Europa por conta do que aconteceu no Afeganistão que é um dos temas que mais o motivam”, explica Carlos.

Na próxima quarta-feira, 1º de setembro, às 8 horas, no 'Herrera en COPE', ouça esta entrevista exclusiva do Papa Francisco em um programa especial do Vaticano.

A conversa entre Sua Santidade e o comunicador mais valorizado da rádio espanhola pode ser seguido no “Herrera en COPE”, a partir das 8h (horário espanhol), na antena COPE no aplicativo, e através deste link. Também nas redes sociais na hashtag #ElPapaConHerrera.

 

Leia mais

 

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

“Sempre que um Papa está doente, ocorre uma brisa ou um furacão de conclave”. A ironia do Papa Francisco - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV