Na Noruega, advogada indígena denuncia ataque aos Guarani Kaiowa

Revista ihu on-line

Planos de saúde e o SUS. Uma relação predatória

Edição: 541

Leia mais

Hans Jonas. 40 anos de O princípio responsabilidade

Edição: 540

Leia mais

Do ethos ao business em tempos de “Future-se”

Edição: 539

Leia mais

Planos de saúde e o SUS. Uma relação predatória

Edição: 541

Leia mais

Hans Jonas. 40 anos de O princípio responsabilidade

Edição: 540

Leia mais

Do ethos ao business em tempos de “Future-se”

Edição: 539

Leia mais

Planos de saúde e o SUS. Uma relação predatória

Edição: 541

Leia mais

Hans Jonas. 40 anos de O princípio responsabilidade

Edição: 540

Leia mais

Do ethos ao business em tempos de “Future-se”

Edição: 539

Leia mais

Mais Lidos

  • 23 razões para participar da Greve Climática desta sexta-feira

    LER MAIS
  • Às leitoras e aos leitores

    LER MAIS
  • Cisma: uma noção que mudou ao longo dos séculos. Artigo de Massimo Faggioli

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

Por: Cesar Sanson | 16 Junho 2016

A primeira advogada indígena brasileira, Joênia Wapixana,do Conselho Indígena de Roraima (CIR), denunciou os ataques ao povo Guarani Kaiowa (MS) na Noruega, na manhã desta quarta-feira (15).

 

A reportagem é do Instituto Socioambiental - Isa, 15-06-2016.

Ela representa os povos indígenas no evento Oslo Redd Exchange 2016, que discute como avançar no combate ao desmatamento. O evento é organizado pelo governo da Noruega e conta com a presença de representantes de governos e organizações de 35 países. O ISA também participa.

"Hoje é um dia de solidariedade ao assassinato do líder Cloudione, da etnia Guarani Kaiowa. Qualquer iniciativa como o REDD+ deve ter como ponto de partida o reconhecimento dos direitos humanos dos povos indígenas", afirmou Joênia.

Atos violentos dos fazendeiros à retomada de Toro Passo, na Terra Indígena Dourados-Amambaipegua I, em Caarapó, sul de Mato Grosso do Sul, aconteceram na manhã desta terça-feira (14), resultando na morte de um indígena e vários feridados.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Na Noruega, advogada indígena denuncia ataque aos Guarani Kaiowa - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV