Pastor é lançado pré-candidato do PSC à Presidência em 2014

Revista ihu on-line

Planos de saúde e o SUS. Uma relação predatória

Edição: 541

Leia mais

Hans Jonas. 40 anos de O princípio responsabilidade

Edição: 540

Leia mais

Do ethos ao business em tempos de “Future-se”

Edição: 539

Leia mais

Mais Lidos

  • 23 razões para participar da Greve Climática desta sexta-feira

    LER MAIS
  • Às leitoras e aos leitores

    LER MAIS
  • Cisma: uma noção que mudou ao longo dos séculos. Artigo de Massimo Faggioli

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

15 Maio 2013

Depois de ganhar visibilidade com as polêmicas envolvendo o deputado federal Marco Feliciano (SP), o Partido Social Cristão (PSC), legenda do parlamentar, anunciou ontem que terá candidato próprio à Presidência em 2014. O nome será o do vice-presidente da sigla, pastor Everaldo Pereira.

A informação é de Cristiane Agostine e publicada pelo jornal Valor, 15-05-2013.

Ligado à Assembleia de Deus, o pastor disse que terá como bandeiras a defesa da família e da vida. "Somos contra o aborto e a favor da família formada pelo homem e pela mulher'", afirmou. "Mas não tenho procuração para falar em nome de nenhuma igreja", disse.

Se confirmada, a candidatura poderá desfalcar o PT. Com pouco mais de um minuto de tempo para propaganda eleitoral, o partido apoiou Dilma Rousseff em 2010.

O PSC vê na eventual candidatura do pastor uma forma de aumentar a votação da legenda para o Legislativo. Com um senador e 16 deputados federais, o partido já apostava em Feliciano para puxar votos e ampliar a bancada.

O PSC já está articulando o lançamento de candidaturas próprias nos Estados. Ontem, o partido convidou o deputado federal Leonardo Quintão (PMDB-MG), a migrar para o PSC e disputar o governo de Minas Gerais em 2014.

O pastor Everaldo foi homem forte da gestão estadual no Rio de Janeiro de Anthony Garotinho (1999-2002), atual deputado federal pelo PR. No governo, foi subsecretário de Gabinete Civil e coordenou o principal programa social, o Cheque Cidadão, alvo de denúncias de irregularidades e de privilegiar clientelas evangélicas.

No PSC desde 2003, o pastor atuou para ampliar o número de deputados eleitos. Em 2002, a sigla elegeu um parlamentar. Em 2006, foram nove e em 2010, 17.

 

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Pastor é lançado pré-candidato do PSC à Presidência em 2014 - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV