Camboriú. Projeto queria multar quem pede esmola

Revista ihu on-line

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Clarice Lispector. Uma literatura encravada na mística

Edição: 547

Leia mais

Mais Lidos

  • O declínio da Teologia da Libertação: uma releitura de 'O novo rosto do clero' de Agenor Brighenti

    LER MAIS
  • Liturgia e sinodalidade. Questões-chave

    LER MAIS
  • Biden e o Papa – a lista negra da Igreja nos Estados Unidos e o futuro do catolicismo. Artigo de Massimo Faggioli

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


27 Setembro 2021

 

“Em 2017, um projeto foi aprovado na Câmara de Vereadores (Camboriú - SC) com a intenção de proibir que moradores de rua pedissem dinheiro nos semáforos. Na época, a justificativa era o risco com a segurança do trânsito. Sem a sanção do prefeito, a proposta foi arquivada".

"Sabemos que nosso município é uma cidade turística, por isso é inadmissível que em nossos semáforos se amontoem pessoas com o objetivo de fazerem apresentações, vender mercadorias e pedir contribuições financeiras, trazendo assim um grande prejuízo ao trânsito de nossa cidade", escreveu no projeto de lei o vereador Marcos Augusto Kurtz (antes no então PMDB e agora no Podemos).

A informação é de Hygino Vasconcellos, publicada por Portal Uol, 26-09-2021.

Caso fosse aprovada, a lei estabeleceria advertência e pagamento de multa de R$ 662,14 a R$ 3.310,70.

 

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Camboriú. Projeto queria multar quem pede esmola - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV