O Papa está perdendo autoridade, alerta bispo neerlandês

Revista ihu on-line

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Clarice Lispector. Uma literatura encravada na mística

Edição: 547

Leia mais

Mais Lidos

  • “A pastoral com as pessoas LGBT deve fazer parte do caminho sinodal”, defende o cardeal de Bolonha

    LER MAIS
  • As origens do termo “gaúcho” e nossas heranças indígenas. A história que não te contam

    LER MAIS
  • Os padres das novas gerações e o ‘modelo’ padre Pino Puglisi: uma distância intransponível?

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


04 Agosto 2021

 

Um bispo da Holanda, porta-voz conservador, disse que o motu proprio do Papa Francisco que limita a Missa Latina e as dificuldades com as hierarquias na Alemanha e Estados Unidos são sinais de que ele está perdendo sua autoridade.

A reportagem é de Tom Heneghan, publicada por The Tablet, 03-08-2021. A tradução é de Wagner Fernandes de Azevedo.

Rob Mutsaerts, bispo auxiliar de Hertogenbosch, nos Países Baixos, que já criticou o atual pontificado por outras questões no passado, afirmou que Francisco emitiu um “malicioso ukaz (decreto dos czares russos)”, sem consulta, em contradição com o seu objetivo declarado de sinodalidade onde todos possam falar.

Isso vem depois dos bispos alemães “não se preocuparem com nenhum aviso a respeito do processo sinodal” e os bispos estadunidenses avançarem com suas lutas políticas sobre a comunhão, apesar dos alertas do Vaticano, escreveu em seu blog.

Tudo isso “indica que ele está perdendo autoridade”, diz dom Mutsaerts. “Eu penso que Francisco deu um tiro no pé com esse motu proprio. Por outro lado, isso é uma boa notícia para a Fraternidade Sacerdotal São Pio X (FSSPX)”.

A FSSPX é o grupo tradicionalista mais linha-dura na defesa da Missa Tridentina e seus bispos foram excomungados por duas décadas por desafiar o Vaticano. O Papa Francisco restringiu o uso da Missa Tridentina porque muitos tradicionalistas diziam que era um rito superior ao rito do Vaticano II.

Dom Mutsaerts, de 63 anos, não mencionou a consulta feita pelo Vaticano aos bispos de todo o mundo, na qual Francisco diz que demonstrou que a decisão de Bento XVI de permitir o amplo uso do rito antigo levou a divisões dentro da Igreja.

“A linguagem é muito similar a uma declaração de guerra”, ele escreveu em seu blog Paarse Pepers (Pimentas roxas, em tradução literal), onde seus post são chamados de peperties (pimentinhas).

Francisco bate a porta com força com Traditionis Custodes”, ele continuou. “Parece uma traição e é um tapa na cara de seus antecessores. A Igreja nunca aboliu as liturgias. Nem mesmo o Concílio de Trento. Francisco rompe completamente com essa tradição”.

O Vaticano II foi conservador, mas sua implementação foi “muito distante dos documentos conciliares”, disse o bispo. Fingir que isso estava de acordo com a tradição “contradiz completamente a realidade... a liturgia não é um brinquedo dos papas, mas a herança da Igreja”.

“O Papa deve ser o guardião da tradição. O Papa é o jardineiro, não o fabricante”.

O bispo Mutsaerts disse que Francisco agiu não por preocupação com a evangelização ou misericórdia, mas por “ideologia e malícia”. Ele tornou quase impossível celebrar uma missa que um pequeno grupo de católicos amava, embora promova um rito reformado frequentemente celebrado com muitos abusos litúrgicos.

“Quão ditatorial, quão não pastoral, quão impiedoso você pode ser?”, ele perguntou. “Se você realmente deseja evangelizar, realmente mostrar misericórdia e apoiar as famílias católicas, então honre a Missa Tridentina”, escreveu ele.

 

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

O Papa está perdendo autoridade, alerta bispo neerlandês - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV