Breves do Facebook

Revista ihu on-line

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Clarice Lispector. Uma literatura encravada na mística

Edição: 547

Leia mais

Mais Lidos

  • O Sínodo Mundial é uma preparação para um futuro Concílio, afirma arcebispo de Praga

    LER MAIS
  • Müller também se recusa, na 'TV do diabo', a participar do Sínodo

    LER MAIS
  • Desmatamento na Amazônia já chega a quase 9 mil km² em 2021, mostra Imazon

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


13 Julho 2021

 

Moisés Mendes

Bolsonaro já ganhou os irmãos

O deputado Luis Miranda está com um roteiro bem treinado no Roda Viva.

O esforço é para proteger Bolsonaro, que seria vítima das facções que roubam o dinheiro das vacinas.

Parece que está atacando Bolsonaro, mas o que ele faz é defender o sujeito, repetindo a versão de que o genocida se espantou diante das denúncias levadas por ele e pelo irmão ao Alvorada Miranda simula que está atacando, mas livra Bolsonaro e Pazuello, fica mal com o Centrão e as facções civis do Ministério da Saúde, mas fica bem com os militares e as milícias.

E o áudio da conversa com Bolsonaro? Ele não gravou e não tem, mas alguém pode ter. Alguém quem, se só ele e o irmão conversaram com Bolsonaro? Miranda está enrolando.

Miranda e Bolsonaro já se acertaram.

Essa entrevista para o Roda Viva pode ser uma farsa criada e dirigida pelo Palácio do Planalto para inocentar Bolsonaro.

 

 

Samuel Braun

GRAVÍSSIMO: CPI descobre documentos que comprovam que a equipe econômica ultra-liberal de Paulo Guedes é a principal responsável peço negacionismo sobre a pandemia em 2021.

O secretario de Política Econômica levou o governo a agir como se a pandemia estivesse acabada, sem nenhuma base científica, por pura ideologia liberal de corte de gastos.

Time de Guedes apostou em 'imunidade de rebanho' sem ouvir Saúde, mostra ofício à CPI.

 

Jornalistas Livres

Bolsonarista, coronel do exército, com gritos de ódio é expulso de dentro da Igreja da Paz em Fortaleza.

Entidades em solidariedade ao Pe. Lino Allegri de Fortaleza que já foi Vigário Paroquial de Nossa Senhora da Conceição para a comunidade da Barra do Ceará, Diretor do CDPDH, Coordenador das Pastorais Sociais Regional NE 1- CNBB,

Coordenador ANOTE e Assessor da Pastoral do Menor Regional NE1- CNBB, Assessor da Pastoral do Povo da RUA, Membro a Equipe de Superação da Miséria e da Fome (Mutirão).

Padre Lino Allegri no dia 04 de julho de 2021, após a Celebração a qual presidia na Paróquia Nossa Senhora da Paz, em Fortaleza teve a Sacristia invadida por um grupo de 8 pessoas que, com ofensas e desrespeito agrediram psicologicamente o Sacerdote.

Padre Lino Allegri, Membro da Pastoral do Povo da Rua da Arquidiocese de Fortaleza, sempre à frente das reivindicações étnico-políticas, Sacerdote símbolo da luta pelos direitos humanos dos mais vulnerabilizados, sofreu ataque diante da sua postura de anunciar e denunciar o descaso político frente à morte de mais de quinhentos mil brasileiros (as) vítimas da COVID 19.

#forabozo #ForaBolsonaro

 

Moisés Mendes

Vejam o vídeo com link na área de comentários e concluam se esse homem está mesmo em condições de aplicar um golpe.

Foi hoje pela manhã no cercado do Alvorada. Bolsonaro parece aquele Chevette 77 que continua andando, mas a gente sabe que a qualquer momento pode ser envolvido por uma fumaceira e parar no meio da rua.

O Chevette da extrema direita está se arrastando.

 

Alexandre Araújo Costa

Ele quer voto impresso

Nós, impeachment expresso

 

Adriano Pilatti

O presidente Aziz foi bastante claro na quarta-feira ao separar os eventuais malfeitos de militares no governo da reputação de suas corporações. Foi até generoso ao avaliar dois ditadores. Não há razão para arreganhos.

Quem quer que exerça função pública deve ser responsabilizado se incorrer em ilícitos, não importa qual uniforme use ou a qual corporação pertença. Quem não quer ter de dar contas de seus atos não deve se meter em gestão pública, principalmente em setores que não conhece.

A reação de ministro e comandantes foi descabida, desmedida e abusiva: não houve ofensa às forças como instituição, não houve animosidade contra elas, não se pode tentar intimidar quem está no devido exercício das funções parlamentares de inquérito.

Diz-se que a solicitação ou cobrança de um pronunciamento bananeiro veio de onde se pode supor. Pode-se também supor que o ataque foi preventivo, já que parece inevitável, pelo que até aqui se apurou, reinquirir e eventualmente incriminar altos oficiais (dentre outros) hoje refugiados "em Palácio". Mas são especulações.

O fato, reiteradamente evidenciado, desta vez por uma literal diarreia verbal, é que o chefe do desgoverno está totalmente abalado pelos reveses que vem sofrendo. De maneira nada corajosa, busca se escorar no apoio armado, para tentar frustrar investigações e renovar suas ameaças de mau perdedor antecipado. E a temperatura político-institucional sobe junto com a febre delirante do indigitado.

O momento é de perseverança serena e intrépida. Mas com mestria, porque o terrível bagulho tá muito doido.

 

Lucas Henrique da Luz

Será que um dia vamos entender que nossa (pouca) potência está na impotência...... no imperfeito.... no mortal e não no imortal? Enquanto não assumirmos efetivamente isso, talvez sejamos material e tecnicamente "potentes" e, como resultado, nos destruiremos.... Ou não?

 

CNBB Norte 2

Nossos parabéns a Dom Erwin Kräutler, bispo prelado emérito do Xingu, pelos seus 82 anos de vida.

 

 

André Vallias

de motociata em motociata

o corrupto camufla a mama

 

Jeca Sopro

O poder é aquele pássaro
que te aguarda sob os galhos.
Tudo ele dá, perdulário,
De ti quer apenas a alma,
Por inteiro. Ou a retalho.

(IVAN JUNQUEIRA - Poema 'O Poder' [Trecho] - In: "A Sagração dos Ossos")

 

Jeca Sopro

Sobre o ler

(Por: Rubem Alves)

Ler rapidamente aquilo que o autor levou anos para pensar é um desrespeito. É certo que os pensamentos, por vezes, surgem rapidamente, como num relâmpago. Mas a gravidez foi longa. Há frases que resumem uma vida. Por isso é preciso ler vagarosamente, prestando atenção nas ideias que se escondem nos silêncios que há entre as palavras. Eu gostaria que me lessem assim. Quer eu escreva como um poeta, no esforço para mostrar a beleza, ou como palhaço, no esforço para mostrar o ridículo, é sempre a minha carne que se encontra nas minhas palavras.

(RUBEM ALVES - In: "A Maçã & Outros Sabores")

 

 


Moisés Mendes

Eu gostaria de mostrar a esse cozinheiro de Bento Gonçalves a carne de panela que aprendi a fazer na clausura da pandemia.

Gostaria que o cozinheiro Eduardo Lazzari, que se negou a cozinhar para Bolsonaro e foi preso por isso, provasse a carne de panela que faço.

Não pediria que ele cozinhasse pra mim. Eu é que gostaria de cozinhar para esse cozinheiro.

Não para discutir política e nem para falar da prisão arbitrária que impuseram a ele, mas para que ele provasse a carne que faço.

E que ele me dissesse depois se é ou não é a melhor carne de panela da zona sul de Porto Alegre, servida acompanhada com mandioca de Belém Novo.

Darei a receita ao Eduardo Lazzari e, se quiser, ele poderá fazer um dia a carne de panela em Bento para os democratas que aparecem por lá.

O prato se chama Boeuf bourguignon à Aberta dos Morros.

O astronauta é agora o cara que está sempre ao lado de Bolsonaro. Foi assim também na visita ao Rio Grande do Sul.

Por que o astronauta? Por que não mais Augusto Heleno? Por que esse sujeito que ninguém sabe o que faz no governo?

Seria Bolsonaro um alienígena? O astronauta sabe tudo?

Por isso ele está sempre rindo?

 

 

Walter Falceta

Via Cesar Benjamin

Chiellini: o cara da Euro

O líder italiano foi considerado o mais simpático dos jogadores do torneio. Ficaram marcadas as imagens do atleta sorridente antes das cobranças de pênalti no jogo contra a Espanha.

Mas Chiellini é mais do que isso. O cara é o intelectual do grupo. Tem graduação universitária em Economia, com pós-graduação na área.

É lembrado mais por ter recebido a mordida de Suárez, do que pelo trabalho de carregador de piano nos times em que passa, inclusive na Azzurra.

O defensor começou a carreira no Livorno, o clube italiano mais claramente alinhado à esquerda. Já disse "combateremos sempre o nazismo" e apoiou o movimento Black Lives Matter.

Foi o maior crítico do canalha bolsonarista Felipe Melo, atual ídolo do Palmeiras. Diz sobre o "colega" da época de Juve.

- O pior era Felipe Melo: o pior dos piores. Não aguento as pessoas que não têm respeito e que sempre vão contra tudo. Com ele, estava sempre no limite da briga. Falei para a diretoria que ele era uma maçã podre.

 

 

 

 

 

 

 

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Breves do Facebook - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV