Pastor diz que “cristianismo liberal” prejudica a mensagem da igreja

Revista ihu on-line

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Mais Lidos

  • Discernimentos depois da Primeira Assembleia Eclesial. Artigo de Paulo Suess

    LER MAIS
  • Paris, o Papa aceita a renúncia de Aupetit

    LER MAIS
  • Formação e espiritualidade do Ministro Extraordinário da Eucaristia

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


09 Julho 2021

 

O surgimento dos “cristãos de esquerda”, que defendem um “cristianismo liberal” ou um “cristianismo progressivo” é antiético, herético e prejudicial à igreja, sentenciou o pastor Lucas Miles, que lançou, recentemente, o livro em inglês “A esquerda cristã: como o pensamento liberal sequestrou a igreja”.

A reportagem é de Edelberto Behs, jornalista.

No bairro onde reside há quatro ou cinco igrejas que estão hasteando “uma bandeira marxista Black Lives Matter” ou uma “bandeira do arco-íris”, que aparecem em local mais elevado do que a cruz. “Acho que isso diz muito sobre onde estão as igrejas na América agora”, pontuou.

Em entrevista ao The Christian Post, Miles disse que o Jesus que eles apresentam é “mais um grande organizador social do que o Salvador do mundo”. Ele admitiu, contudo, que “nem todos os que têm ideias progressistas sejam verdadeiros esquerdistas ou marxistas”. Mas na igreja existe uma ala desse movimento de extrema esquerda que criou “esta versão de cristianismo e marxismo”, o que o torna mortalmente perigoso.

“Estamos vendo coisas como a teoria crítica da raça e a teologia da libertação fortemente impostas, e isso está se tornando cada vez mais preocupante”, alertou. O Evangelho, agregou, não é “algo legalista, e é importante que não caiamos no fundamentalismo. Mas se começarmos a rebaixar as Escrituras para algo diferente da Palavra de Deus, o cristianismo começa a se desgastar”.

Miles explicou que escreveu o livro para ajudar os cristãos a discernirem a verdade bíblica da “ideologia perigosa”. Ele atribui ao “crescente analfabetismo bíblico” a razão pela qual a ideologia progressista tem ingressado com facilidade nas igrejas do Ocidente.

 

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Pastor diz que “cristianismo liberal” prejudica a mensagem da igreja - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV