O Papa quebra o silêncio: “Penso em Santa Sofia se tornando uma mesquita e fico muito triste”

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • No dia 09 de outubro de 2020, o cardeal Tolentino Mendonça abordará as contribuições de Francisco para um futuro pós-pandêmico, em conferência online

    Pandemia, um evento epocal. A encíclica Fratelli Tutti, lida e comentada por José Tolentino Mendonça, cardeal, no IHU

    LER MAIS
  • “Da crise não saímos iguais. Ou saímos melhores ou saímos piores”, afirma Papa Francisco na ONU

    LER MAIS
  • É possível o fim da espécie humana?

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


13 Julho 2020

Poucas palavras, mas altamente aguardadas, pronunciadas de improviso por Bergoglio no final do Angelus, finalmente quebraram o silêncio da Santa Sé sobre a reconversão de Santa Sofia, em Istambul, de museu a mesquita, fortemente desejada pelo presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, que anunciou que o edifício será reaberto ao culto islâmico pela orações da sexta-feira em 24 de julho.

A reportagem é de Francesco Antonio Grana, publicada por Il Fatto Quotidiano, 12-07-2020. A tradução é de Luisa Rabolini.

Santa Sofia, em Istambul (Foto: Unsplash)

Imediata foi a reação de numerosas e respeitadas vozes do mundo cristão, às quais se somou aquela de Bergoglio. Segundo o Patriarca Ecumênico de Constantinopla Bartolomeu I, a decisão de Erdogan "levará milhões de cristãos ao redor do mundo contra o Islã".

Em virtude de sua sacralidade, Santa Sofia, acrescentou o Patriarca, é um centro da vida "no qual o Oriente e o Ocidente se abraçam" e sua reconversão em local de culto islâmico "causará uma ruptura entre esses dois mundos". No século XXI, é "absurdo e prejudicial que Hagia Sophia, de lugar que agora permite aos dois povos se encontrarem e admirarem sua grandeza, possa novamente se tornar motivo de contraposição e confronto".

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

O Papa quebra o silêncio: “Penso em Santa Sofia se tornando uma mesquita e fico muito triste” - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV