Dissidente da Universal funda nova igreja

Revista ihu on-line

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Mais Lidos

  • "É hora de reaprender a arte de sonhar com os xamãs nativos"

    LER MAIS
  • Uma visão do suicídio no Brasil em resposta à outra visão apresentada

    LER MAIS
  • “É triste ver cristãos acomodados na poltrona”. O alerta do papa Francisco contra a acídia

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


28 Mai 2020

O local, ainda em reforma, já está definido: o primeiro templo da Igreja das Nações do Reino de Deus, uma dissidência da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), estará localizada no bairro do Brás, em São Paulo, e será inaugurado em junho. 

A reportagem é de Edelberto Behs, jornalista.

A informação é do fundador da nova denominação neopentecostal, bispo Romualdo Panceiro, que recorre às redes sociais para chamar seguidores. A área concentra outras igrejas neopentecostais, inclusive o Templo de Salomão, orgulho do bispo Edir Macedo

Panceiro anuncia, nos vídeos, que está iniciando do zero e que a nova igreja vai se focar em “cura e prosperidade”. O novo espaço, propaga, é para que as pessoas, através da fé, “conheçam o poder de Deus e mude essa situação caótica em que estão vivendo”. 

Em O Bispo, livro escrito em parceria com o jornalista Douglas Tavolaro e lançado em 2007, Edir Macedo apresentou Panceiro como “o maior milagre da Igreja Universal” e como seu substituto natural. Mas um bate-boca entre os dois, ocorrido em 2009, segundo ex membros da igreja na Califórnia, estremeceu a relação entre eles, relata o repórter Gilberto Nascimento em matéria para a Época. Nos Estados Unidos, Panceiro liderava as filiais da Universal

Ainda assim, ficou decidida, em acordo, a permanência de Panceiro no exterior, em Portugal, onde abandonou definitivamente suas funções na IURD em 2018, sem alegar as razões da sua decisão. 

Macedo atribuiu oficialmente a saída do colega a “condutas inadequadas”, sem entrar em detalhes. Mas, de acordo com Nascimento, o que mais pesou nesse rompimento foi a desistência de Macedo de alçar Panceiro ao posto de líder máximo da igreja. O bispo Edir reconsiderou e escolheu, para tal função futura, o seu genro, bispo Renato Cardoso, o que teria desagradado Panceiro

Ao deixar a Universal, o bispo Edir comparou Panceiro a Sambalá, governador da Samaria e um dos principais opositores das reformas incentivadas por Neemias. O governador também se posicionou contra a reconstrução do muro de Jerusalém, por isso considerado um traidor

Na Universal, Panceiro passou de frequentador da IURD a evangelista, obreiro, pastor e bispo. Ele é conhecido no mundo evangélico como um líder que tem prestígio suficiente para arrebanhar bispos, pastores, fiéis e ex seguidores da Universal para a sua grei. 

Desde sua fundação, em 9 de julho de 1977, no Rio de Janeiro, a IURD viu saírem de seu seio a Igreja Internacional da Graça de Deus, fundada por R. R. Soares, cunhado de Macedo; a Igreja Mundial do Poder de Deus, fundada pelo ex bispo Valdemiro Santiago; e a Igreja Plenitude do Reino de Deus, fundada pelo pastor Agenor Duque

A Universal, com 1,87 milhão de fiéis, é a quarta maior igreja evangélica brasileira, depois da Assembleia de Deus (12,3 milhões de seguidores), a Igreja Batista (3,7 milhões de fiéis) e a Congregação Cristã do Brasil (com 2,2 milhões de seguidores).

 

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Dissidente da Universal funda nova igreja - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV