Um dia de oração pelas vítimas de abuso

Revista ihu on-line

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Mais Lidos

  • Discernimentos depois da Primeira Assembleia Eclesial. Artigo de Paulo Suess

    LER MAIS
  • Formação e espiritualidade do Ministro Extraordinário da Eucaristia

    LER MAIS
  • Paris, o Papa aceita a renúncia de Aupetit

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


28 Fevereiro 2020

A Igreja da Inglaterra e do País de Gales dedicará um dia de oração pelas vítimas de abuso sexual durante a Quaresma, e as paróquias são incentivadas a usar uma liturgia e orações especialmente preparadas e escritas por sobreviventes.

A reportagem é de Liz Dodd, publicada por The Tablet, 25-02-2020. A tradução é de Moisés Sbardelotto.

O dia de oração, uma iniciativa da Pontifícia Comissão para a Proteção dos Menores, cai neste ano na sexta-feira da Quinta Semana da Quaresma, no dia 3 de abril. Os subsídios preparados para esse dia e em sua preparação pelo grupo Let’s Be Honest, com a supervisão dos bispos, incluindo alguns sobreviventes, incluem uma Oração pela Cura e Reconciliação, um Rito de Arrependimento e Reconhecimento do Abuso e orações para uso em missas diocesanas.

As igrejas são encorajadas a se preparar com bastante antecedência e a fazer com que os sobreviventes participam desse processo. “São liturgias celebradas ‘com’, e não ‘por’ eles”, afirma o guia da Conferência Episcopal. As igrejas também devem garantir que se ofereça apoio antes e durante o rito, fornecendo números de contato ou através de membros da Equipe Diocesana de Salvaguarda.

As paróquias também são incentivadas a dar aos sobreviventes a oportunidade de falar durante a liturgia.

O Rito de Arrependimento e Reconhecimento do Abuso foi escrito por sobreviventes e usado pela Conferência Episcopal quando os bispos se reuniram para a sua assembleia plenária em Valladolid, na Espanha, em maio passado.

Ele inclui, em um Ato de Humildade e Penitência, a intercessão: “Pelos pequenos da nossa comunidade que foram abusados sexual, emocional ou fisicamente”.

Em uma Meditação sobre o Reconhecimento do Abuso, pede-se que a comunidade paroquial reflita: “Somos o tipo de pessoas em quem os abusados podem confiar e pelas quais podem ser ouvidos?”. Um sobrevivente, então, acende o Círio Pascal, e a comunidade reza pelos sobreviventes, seus amigos e familiares, e pela a Igreja em geral.

 

Nota da IHU On-Line:

O Instituto Humanitas Unisinos – IHU promove o seu X Colóquio Internacional IHU. Abuso sexual: Vítimas, Contextos, Interfaces, Enfrentamentos, a ser realizado nos dias 14 e 15 de setembro de 2020, no Campus Unisinos Porto Alegre.

X Colóquio Internacional IHU. Abuso sexual: Vítimas, Contextos, Interfaces, Enfrentamentos

 

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Um dia de oração pelas vítimas de abuso - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV