Querida Amazônia: 40 dias navegando rumo à conversão - 1º Dia

Foto: Débora Menzes | Amazônia Real

26 Fevereiro 2020


 

Dia 1 de Navegação - 26 de fevereiro
A reconciliação com Deus deve nos levar a reconciliar com nossos irmãos. 

Petição permanente para a conversão sinodal no início de cada dia

Que o Deus Trinitário, exemplo de vida em comunhão, ajude-nos a sonhar com uma Igreja sinodal, onde saibamos descobrir os sinais dos tempos e a presença de um Deus encarnado de diferentes maneiras, em diferentes lugares. Um Deus que nos ajude a discernir sua presença e anunciá-lo em todos os cantos, também entre os que vivem mais distantes; ser uma Igreja em saída, que vai ao encontro, que escuta e dialoga com todos. Que procuremos o bem para todos aqueles com quem nos encontramos todos os dias e saibamos como trazer de volta para a Amazônia e para todos os lugares onde estamos tudo o que vivemos no processo sinodal, fazendo realidade o que Deus espera por nós.

Medite por alguns instantes esta petição inicial, buscar a calma interior para entrar neste momento de conversão da Amazônia pelas águas da sinodalidade, a serviço do Povo de Deus e seus povos e comunidades, e escutar o chamado de Deus através da sua Palavra Viva. 

 

Fragmento de uma leitura do dia (cada um é convidado a aprofundar as leituras completas de acordo com sua própria necessidade e critérios) 

Irmãos: Somos embaixadores de Cristo, e é Deus mesmo que exorta através de nós. Em nome de Cristo, nós vos suplicamos: deixai-vos reconciliar com Deus. Aquele que não cometeu nenhum pecado, Deus o fez pecado por nós, para que n'Ele nós nos tornemos justiça de Deus. Como colaboradores de Cristo, nós vos exortamos a não receberdes em vão a graça de Deus, pois Ele diz: “No momento favorável, Eu te ouvi e, no dia da salvação, Eu te socorri”. É agora o momento favorável, é agora o dia da salvação. (2 Coríntios 5,20-21.6,1-2)

 

Reflexão na perspectiva do Processo Sinodal Amazônico

Tudo está interligado e a reconciliação com Deus tem que nos levar a nos reconciliar com nossos irmãos; também com quem é diferente e com o que Ele criou. Somos chamados a descobrir a necessidade de uma conversão cultural e ecológica, que nos aproxime dos que sofrem: a Casa Comum e aqueles que padecem as consequências da degradação a que ela está sujeita. A conversão não se reduz a algo interno, mas tem um impacto sobre o ambiente e as pessoas à nossa volta, em nossos relacionamentos. Vamos aproveitar esse tempo de conversão que hoje começamos para que, a partir de nossa reconciliação interior, estejamos dispostos a assumir novas atitudes em relação ao ambiente em que vivemos e com aqueles que precisam de nossa acolhida verdadeira, nascida de um diálogo sincero.



Contemplação

Vamos contemplar a imagem deste dia e dedicar um momento para reconhecer nossa própria vida e experiência na Igreja e ao serviço da Amazônia para pedir luz nesta Palavra de Deus e, assim, trazer de volta tudo o que a gente já viveu. Escreva seus pedidos particulares e permaneça neles durante esse dia. Convidamos você a manter um registro de tudo o que o Espírito suscitar em nós como preparação interior para assimilar melhor o processo sinodal.

 

Trecho para a meditação final (Querida Amazônia, 6)

“Tudo o que a Igreja oferece deve encarnar-se de maneira original em cada lugar do mundo, para que a Esposa de Cristo adquira rostos multiformes que manifestem melhor a riqueza inesgotável da graça. Deve encarnar-se a pregação, deve encarnar-se a espiritualidade, devem encarnar-se as estruturas da Igreja”.

 

Leia mais

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV