Em 2025, o próximo ano jubilar da Igreja: o anúncio do Papa Francisco

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • Naturalizamos o horror? Artigo de Maria Rita Kehl

    LER MAIS
  • Nice, consternação no Vaticano com a bofetada à fraternidade humana

    LER MAIS
  • Católicas, sim, pelo Direito de Decidir!

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


05 Fevereiro 2020

Depois do Jubileu Extraordinário da Misericórdia, desejado pelo Papa Francisco, que começou no dia 8 de dezembro de 2015 e terminou em 2016 com o fechamento da Porta Santa, foi retomado o processo “normal” – por assim dizer – desde os papados de Nicolau V e de Paulo II.

A reportagem é de Il Sismografo, 04-02-2020. A tradução é de Moisés Sbardelotto.

Desde então, estabeleceu-se que o Jubileu, que antes era realizado a cada 100 anos e depois a cada 50 anos, seria convocado a cada 25 anos. O último “normal” foi o do ano 2000, sob o pontificado de João Paulo II.

Agora, o próximo Jubileu será em 2025, e nessa segunda-feira, 3, na mensagem por ocasião dos 150 anos da cidade de Roma, lida pelo cardeal secretário de Estado, Pietro Parolin, foi o próprio pontífice quem fez o anúncio.

Eis as suas palavras:

“Há uma demanda de inclusão escrita na vida dos pobres e daqueles que, imigrantes e refugiados, veem Roma como um porto de salvação. Muitas vezes, os seus olhos, incrivelmente, veem a cidade com mais expectativa e esperança do que nós, romanos, que, pelos múltiplos problemas cotidianos, olhamo-la de modo pessimista, quase como se ela estivesse destinada à decadência. Não, Roma é um grande recurso da humanidade! ‘Roma é uma cidade de beleza única’ (celebração das Primeiras Vésperas de Maria Santíssima Mãe de Deus, 31 de dezembro de 2013). Roma pode e deve se renovar, no duplo sentido da abertura ao mundo e da inclusão de todos. Os Jubileus também a estimulam a isso, e o de 2025 já não está mais distante.”

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Em 2025, o próximo ano jubilar da Igreja: o anúncio do Papa Francisco - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV