Papa: espero um futuro de paz e amor, livre do ódio, do extremismo e do terrorismo

Revista ihu on-line

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Clarice Lispector. Uma literatura encravada na mística

Edição: 547

Leia mais

Mais Lidos

  • Biden e o Papa – a lista negra da Igreja nos Estados Unidos e o futuro do catolicismo. Artigo de Massimo Faggioli

    LER MAIS
  • O declínio da Teologia da Libertação: uma releitura de 'O novo rosto do clero' de Agenor Brighenti

    LER MAIS
  • Liturgia e sinodalidade. Questões-chave

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


05 Fevereiro 2020

Nesta terça-feira (4), ao celebrar o primeiro aniversário do Documento sobre a Fraternidade Humana em prol da Paz Mundial e da Convivência Comum, o Papa Francisco divulgou uma mensagem em vídeo. Ao encorajar todos que ajudam o próximo necessitado, o Pontífice disse que espera “um futuro melhor para a humanidade”, “livre do ódio, do rancor, do extremismo e do terrorismo, em que prevaleçam os valores da paz, do amor e da fraternidade.”

A reportagem é de Andressa Collet, publicada por Vatican News, 04-02-2020.

O Papa Francisco enviou uma mensagem em vídeo nesta terça-feira (4) aos participantes da Conferência sobre o Documento de Abu Dhabi, realizada nos Emirados Árabes Unidos. Há exatamente um ano, o Pontífice e o Grão Imame de Al-Azhar assinaram o Documento sobre a Fraternidade Humana em prol da Paz Mundial e da Convivência Comum.

A mensagem do Papa também foi direcionada, em especial, a todas as pessoas “que na humanidade ajudam os seus irmãos pobres, doentes, perseguidos e frágeis sem olhar a religião, a cor, a raça a que pertencem”.

“Hoje celebramos o primeiro aniversário deste grande evento humanitário, esperando um futuro melhor para a humanidade, um futuro livre do ódio, do rancor, do extremismo e do terrorismo, em que prevaleçam os valores da paz, do amor e da fraternidade.”

As iniciativas em prol da fraternidade

Na celebração do aniversário de um ano do documento, o Papa também expressou o seu apreço pelo apoio oferecido pelos Emirados Árabes Unidos ao trabalho do Comitê Superior para implementar o histórico documento. O Pontífice, assim, agradeceu a iniciativa da casa inter-religiosa “Abrahamic Family House”, um projeto que irá acolher, em Abu Dhabi, uma mesquita, uma sinagoga e uma igreja dedicada a São Francisco de Assis.

Ao finalizar a mensagem em vídeo, o Papa também agradeceu por poder participar do anúncio do PrêmioFraternidade Humana”:

Estou feliz, então, de poder participar deste momento de apresentação ao mundo do Prêmio Internacional da Fraternidade Humana, para que sejam encorajados todos os modelos virtuosos de homens e mulheres que, neste mundo, encarnam o amor através de ações e sacrifícios realizados para o bem dos outros, não importa o quanto sejam diversos por religiões ou per pertença étnica e cultural, e peço a Deus Onipotente de abençoar todo esforço que favoreça o bem da humanidade e nos ajude a seguir adiante na fraternidade.”

 

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Papa: espero um futuro de paz e amor, livre do ódio, do extremismo e do terrorismo - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV