Projeto eólico no mar poderia gerar toda a energia que se obtém do Petróleo

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • “Se vocês se sentirem como eminências, estarão fora do caminho”. As palavras do Papa Francisco aos novos cardeais quando também condenou a corrupção na Igreja

    LER MAIS
  • Como viver o Advento em tempos de quarentena

    LER MAIS
  • A vacina vai nos ajudar, mas não vai nos livrar das pandemias

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


30 Outubro 2019

No momento da história em que estamos, torna-se cada vez mais óbvio que o petróleo e seus derivados devem em breve ser substituídos por fontes de energia com efeitos muito menos prejudiciais ao meio ambiente e a Terra em geral. Durante pouco mais de um século, os hidrocarbonetos impulsionaram o desenvolvimento da humanidade, mas estamos chegando a um ponto em que nos são apresentadas duas opções a esse respeito: encontrar energias mais limpas ou levar o planeta e nossa espécie a níveis extremos de sobrevivência.

A reportagem é publicada por PijamaSurf, 28-10-2019. A tradução é do Cepat.

Nesse contexto, a Agência Internacional de Energia (IEA, na sigla em inglês) divulgou, recentemente, um relatório no qual analisou a possibilidade de construir espaços de energia eólica nas costas de certos mares, considerando que tal maneira de obter energia costuma ser muito mais limpa e com consequências menores nos ecossistemas vizinhos. De acordo com tal análise, as usinas eólicas desse tipo ficariam distantes da costa, no máximo a 60 km, e suas fundações teriam uma profundidade de não mais que 60 metros.

Com essas características e dadas as condições naturais que costuma existir nas costas (em termos de presença e velocidade dos ventos), a IEA sustenta que tais usinas eólicas poderiam gerar até 36.000 terawatts por hora de energia limpa e renovável. De acordo com a IEA, atualmente o consumo global de energia é de 23.000 terawatts por hora.

Em outras palavras, se instaladas, essas usinas eólicas poderiam não apenas substituir completamente o uso de combustíveis fósseis em todo o mundo, mas também gerar um excedente de pouco mais de 56% do consumo atual de energia. Para aqueles que se preocupam com o efeito que o abandono de hidrocarbonetos poderia ter como principal fonte de energia para a atividade humana, talvez pudessem pensar em quanto poderia ser feito com um excedente de 56% da energia gerada.

O mesmo estudo da IEA garante que a energia eólica protagonizará a próxima grande revolução energética da história, o que fará que tal indústria adquira um valor aproximado de um trilhão de dólares, nos próximos vinte anos.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Projeto eólico no mar poderia gerar toda a energia que se obtém do Petróleo - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV