Grande Barreira de Corais em rápido declínio

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • O olhar sobre a “comunhão eucarística”: uma mudança de paradigma. Artigo de Andrea Grillo

    LER MAIS
  • Becciu se defende: “A acusação de peculato é surreal. Não sou corrupto, posso provar isso em qualquer lugar”

    LER MAIS
  • Macroeconomia parou no tempo – Frases do dia

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


30 Outubro 2019

Um estudo de longo prazo da cobertura de corais da Grande Barreira de Corais descobriu declínios entre 40 e 50% dos corais em grupos de ilhas costeiras durante as últimas décadas.

A reportagem é publicada por ARC Centre of Excellence for Coral Reef Studies at James Cook University e reproduzida por EcoDebate, 29-10-2019. A tradução e a edição são de Henrique Cortez.

O monitoramento regular é crucial para entender como o estado dos recifes de coral está mudando e se nossas medidas de gerenciamento e proteção estão funcionando.(Foto: David Wachenfeld)

Cientistas do Centro de Excelência ARC para Estudos de Recifes de Corais da James Cook University (Coral CoE da JCU) dizem que os dados eram tão alarmantes que eles os checaram e checaram novamente.

A principal autora do estudo , Dra. Daniela Ceccarelli, e uma equipe de pesquisadores pesquisaram a cobertura de coral nos recifes dos grupos Palm, Magnetic, Whitsunday e Keppel Island, ao longo da região central e sul da Grande Barreira de Corais, e a compararam com registros históricos.

“Ciclos normais de perturbação e recuperação são naturais, e o recife historicamente tem um bom potencial de recuperação”, disse Ceccarelli.

“Mas os impactos humanos estão aumentando a frequência de distúrbios como o branqueamento de corais, deixando pouco tempo entre os eventos para permitir uma recuperação completa”, disse ela.

“Ficamos chocados quando calculamos as mudanças.”

Os pesquisadores da JCU monitoram as condições e tendências dos recifes costeiros no Parque Marinho da Grande Barreira de Corais (GBRMP) desde o final dos anos 90.

O co-autor Dr. David Williamson, também do Coral CoE da JCU, disse: “Os impactos dos eventos de perturbação individuais foram irregulares. Alguns recifes evitaram os piores efeitos – mas os impactos cumulativos de vários eventos frequentes reduziram a cobertura e a diversidade de corais. ”

Ceccarelli disse que sua última expedição identificou vários fatores que influenciaram a cobertura de corais nos recifes de cada grupo da ilha, mas dois fatores principais se destacaram consistentemente em todos os recifes: estresse de temperatura devido às ondas de calor marinhas e exposição às ondas.

“Havia um limiar claro de estresse térmico acima do qual a cobertura de coral declinava consistentemente. Ficamos surpresos ao descobrir que os corais nesses recifes costeiros parecem ter um limiar de estresse térmico mais baixo do que o relatado anteriormente ”, disse ela.

Williamson disse que o efeito da exposição às ondas era mais complicado.

“Os corais nos lados exteriores expostos da ilha têm uma vantagem”, disse ele. “Isso ocorre porque eles foram bem lavados pelas correntes”.

“Essas informações podem testar ações de gestão que visam manter a biodiversidade natural e processos ecológicos.”

“Se pudermos enfrentar a qualidade da água localmente e as mudanças climáticas em todo o mundo, haverá esperança”, disse Ceccarelli.



Referência:

Ceccarelli D, Evans R, Logan M, Mantel P, Puotinen M, Petus C, Russ G, Williamson D. (2019). Ecological Applications. ‘Long term dynamics and drivers of coral and macroalgal cover on inshore reefs of the Great Barrier Reef Marine Park‘. Leia aqui.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Grande Barreira de Corais em rápido declínio - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV