A China está prestes a quebrar o recorde no número de investimentos em empresas privadas financiadas pelo Estado

Revista ihu on-line

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Mais Lidos

  • O que muda (para pior) no financiamento do SUS

    LER MAIS
  • Ou isto, ou aquilo

    LER MAIS
  • Desmatamento na Amazônia aumenta 212% em outubro deste ano, aponta Imazon

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

10 Outubro 2019

Enquanto a segunda maior economia do mundo está submetida a crescentes pressões, o governo chinês está intensificando a compra de ações de empresas privadas.

A reportagem é de Gina Heeb, publicada por Business Insider Italy, 08-10-2019. A tradução é de Luisa Rabolini.

O Wall Street Journal informou que compradores financiados pelo governo compraram ações de 47 empresas privadas cotadas na bolsa de valores no primeiro semestre deste ano.

Os últimos dois anos marcaram uma clara distinção em relação aos últimos dez anos, em que foi realizada no máximo uma dúzia de compras por ano.

O Wall Street Journal informou nesta terça-feira que compradores financiados pelo governo compraram ações de 47 empresas de capital aberto no primeiro semestre deste ano, segundo a Fitch Ratings; o número está próximo do recorde de todos os tempos e é quase igual ao número total de operações desse tipo em todo o ano de 2018.

Os últimos dois anos marcaram uma clara distinção dos últimos dez anos, em que foi realizada no máximo uma dúzia de compras por ano. O Wall Street Journal informou que os dados mais recentes da Fitch poderiam subestimar a extensão do deslocamento em favor de um envolvimento do Estado.

Embora o presidente chinês Xi Jinping tenha prometido dar apoio "firme" às empresas privadas, o governo nos últimos anos reforçou seu papel no setor.

Mas as operações de compra de cotas pareceram como uma tentativa de prevenir o agravamento do estresse financeiro ao qual a economia está submetida, segundo o jornal estadunidense. As empresas privadas, que geram cerca de 60% de crescimento econômico na China, tiveram que enfrentar neste período dificuldades particulares devido à recente restrição aos créditos não regulamentados.

As tensões comerciais com o governo Trump pressionaram ainda mais a China no que diz respeito ao crescimento da economia, que em base aos dados divulgados pelo governo se expandiu no segundo trimestre na menor velocidade desde o início dos anos 1990. O valor de 6,2% é consideravelmente menor do que os incrementos de dois dígitos registrados nas últimas décadas.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

A China está prestes a quebrar o recorde no número de investimentos em empresas privadas financiadas pelo Estado - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV