Convite a nos unirmos no abraço amazônico da Companhia de Jesus na América Latina

Revista ihu on-line

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Clarice Lispector. Uma literatura encravada na mística

Edição: 547

Leia mais

Mais Lidos

  • “Sínodo é até o limite. Inclui a todos: Os pobres, os mendigos, os jovens toxicodependentes, todos esses que a sociedade descarta, fazem parte do Sínodo”, diz o Papa Francisco

    LER MAIS
  • Por que a extrema direita elegeu Paulo Freire seu inimigo

    LER MAIS
  • Enquanto Francisco visitava a Eslováquia, a comunidade internacional celebra a mulher sacerdote da Tchecoslováquia

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


02 Julho 2019

Com muita esperança se lançou a campanha "Deixe-se abraçar", uma iniciativa da Red Claver, executada pelo Escritório de Desenvolvimento e Captação de Recursos da Província da Companhia de Jesus do Peru (ODP, em espanhol) e tem o apoio da presidência da Conferência de Provinciais dos Jesuítas da América Latina e do Caribe (CPAL). Sua finalidade é aumentar a conscientização sobre os problemas que existem atualmente na Amazônia, para divulgar a missão que os jesuítas desenvolvem na região e expandir redes de solidariedade que permitam a captação de recursos para melhorar o Serviço Jesuíta para a Pan-Amazônia (SJPAM).

A reportagem é publicada por CPAL, 27-06-2019. A tradução é de Wagner Fernandes de Azevedo.

O auditório da Universidade Antonio Ruiz Montoya de Lima (Peru), foi o palco para reunir mais de 40 pessoas que procuram defender e promover a sustentabilidade ambiental e os direitos dos povos indígenas da Amazônia. A cerimônia de lançamento da campanha contou com a presença de dom Alfredo Vizcarra, S.J., bispo de Jaén; o Coordenador do SJPAM, padre Alfredo Ferro, S.J., e a líder indígena Anitalia Pijachi, colaboradora da Rede Eclesial Pan-Amazônica (REPAM), entre outras.

Ainda que não tenha conseguido participar, o cardeal Pedro Barreto, S.J., vice-Presidente da Rede Eclesial Pan-Amazônica, e membro da Comissão de Pré-sinodal do Sínodo Pan-Amazônico, enviou uma mensagem de apoio a esta campanha. "Os povos indígenas são os primeiros guardiões da natureza, assim os chama o papa Francisco, e disse ao mundo inteiro que devemos nos unir nesse abraço à Amazônia e a suas populações. Devemos estar cientes de que a convocação para esta campanha tem que ser um marco de cooperação, juntamente com outras congregações religiosas e outros movimentos, para que juntos, como os afluentes do Rio Amazonas, contribuirmos com cada um dos nossos carismas, e para que possamos experimentar que estamos todos unidos".

Por sua parte, o Presidente da CPAL, padre Roberto Jaramillo, S.J., explicou o trabalho realizado pela Companhia de Jesus na Amazônia observando que "uma das principais tarefas da SJ PAM é articular e incentivar a participação de toda a presença jesuíta nesta região e territórios mais distantes: paróquias, universidades, faculdades, rádios, centros de pesquisa, etc., e trabalho para todos eles, a partir de sua situação particular e vocação, também contribuir para promover a defesa e proteção da vida na Pan-Amazônia".

"Deixe-se abraçar pela sabedoria milenar dos povos indígenas! Deixe-se abraçar pela natureza em sua riqueza exuberante! Deixe-se abraçar pela terra desamparada e ferida! Deixe-se abraçar pela música e pela dança dos animais e das águas! Deixe-se abraçar também pela sua dor, pela sua exploração, pela sua degradação, pelo seu sacrifício e pela sua morte! ", ressaltou o padre Roberto Jaramillo.

Uma das participações destacadas na cerimônia da campanha "Deixe-se Abraçar" foi a da líder indígena Anitalia Pijachi (Amazonas Colômbia), que é, por sua vez, colaboradora da REPAM, e que usou seu discurso para fazer uma chamada à toda Igreja Católica: "precisamos de sacerdotes que não sejam apenas para as missas, mas sim que façam parte dos processos próprios das comunidades, que nos fortaleçamos juntos ao serviço do planeta Terra e cuidado com a Casa Comum, porque esta terra não é nossa. Nós somos parte disso. Nós não possuímos nada, somos parte integrante do que chamamos de 'Casa Comum', o que chamamos de Mãe Natureza... Espero que esta voz transcenda as fronteiras e continue sendo semente em movimento".

Esta campanha, cuja motivação está alinhada com o espírito do próximo Sínodo Amazônico, será estendida até o final deste ano. Se você quiser saber mais sobre como você pode participar e doar, nós o convidamos a visitar: www.dejateabrazar.org.

Sua doação ajudará a fortalecer a defesa da nossa Mãe Amazônia!

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Convite a nos unirmos no abraço amazônico da Companhia de Jesus na América Latina - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV