A toque de caixa, deputados querem legalizar a grilagem de terras no Pará

Revista ihu on-line

Grande Sertão: Veredas. Travessias

Edição: 538

Leia mais

A fagocitose do capital e as possibilidades de uma economia que faz viver e não mata

Edição: 537

Leia mais

Juventudes. Protagonismos, transformações e futuro

Edição: 536

Leia mais

Mais Lidos

  • 15 de agosto de 1222: o sermão de São Francisco. “Os anjos, os homens, os demônios”

    LER MAIS
  • Hoje mais do que nunca, Argentina! A advertência de Noam Chomsky

    LER MAIS
  • “Não se trata apenas de migrantes, mas de nossa humanidade”. Entrevista com Óscar Camps, fundador da Open Arms

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

21 Junho 2019

A Assembléia Legislativa do Estado do Pará (Alepa) aprovou em tempo recorde o projeto de Lei nº 129/2019, que trata da regularização fundiária de terras públicas no Estado. A medida, além de não ter passado por uma ampla consulta pública, pode legalizar o crime de grilagem em milhões de hectares de terras públicas no Pará.

A reportagem é publicada por Greenpeace, 19-06-2019.

Cabe agora ao governador do Estado do Pará, Helder Barbalho, barrar ou aprovar esse absurdo. Entidades e organizações da sociedade civil, dentre elas o Greenpeace, protocolaram um pedido de veto ao governo do Estado.

“Os parlamentares que apoiaram esta lei inverteram a função para a qual foram eleitos. Eles deveriam cuidar do patrimônio público e zelar pela ordem no seu Estado. Ao invés disso, aprovaram uma legislação que beneficia quem tomou ilegalmente terras públicas, quem desmata e gera violência. É um absurdo”, afirma Marcio Astrini, coordenador de Políticas Públicas do Greenpeace.

Se aprovada, a medida deixa um claro recado: no Pará, quem pratica grilagem de terras é acobertado pelo poder público, premiando aqueles que cometem crimes e apostam na impunidade. O desmatamento e a violência ganharão um enorme impulso.

Confira a íntegra do pedido das entidades ao governo do Pará.

Mande também sua mensagem ao governador no twitter: @helderbarbalho

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

A toque de caixa, deputados querem legalizar a grilagem de terras no Pará - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV