Dia de oração pelas vítimas do sistema econômico injusto: o convite do bispo de Assis em vista do evento com o Papa de março de 2020

Revista ihu on-line

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Mais Lidos

  • O suicídio no clero do Brasil

    LER MAIS
  • “Agro é fogo”: incêndios no Brasil estão ligados ao agronegócio e ao avanço da fome, diz dossiê

    LER MAIS
  • Polícia de RO invade casa de advogada para apreender material de defesa de camponeses

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


27 Mai 2019

Foi programado para a segunda-feira, 27 de maio, o Dia de Oração pelas vítimas do sistema econômico injusto: o convite de D. Sorrentino, bispo de Assis, em vista do evento com o Papa em março de 2020.

Na esteira da carta do Santo Padre que lançou o evento "Economia de Francisco" a ser realizado na cidade de Assis em março de 2020, a Comissão Espírito de Assis, na segunda-feira 27 de maio, convida a rezar por uma economia mais justa.

A informação foi publicada por Assisi News, 27-05-2019. A tradução é de Luisa Rabolini.

"Neste mês de maio - explica o bispo Dom Domenico Sorrentino - não podemos esconder a alegria no coração que produziu o anúncio do Papa Francisco de realizar justamente aqui em Assis o evento Economia de Francisco, em que ele mesmo espera receber jovens empresários e empresárias e economistas que aceitem estipular "um 'pacto' para mudar a atual economia e dar uma alma à economia do amanhã". Por esta razão, lembrando a advertência do Concílio Vaticano II - continua Sorrentino - para o qual a paz não é a ausência de guerra mas uma obra de justiça, no dia 27 deste mês de maio permito-me convidar a todos a rezar mais que por uma área de conflito, pelas vítimas do sistema econômico injusto que gera conflitos e violências, além de fome, destruição e morte. Aquela mesma que repetidamente o Papa definiu de "economia que mata".

Desta forma, também estamos assumindo com todo o empenho a preparação do evento de 26 a 28 de março de 2020. Rezar pelas vítimas do sistema econômico iníquo - explica Dom Sorrentino - significa, por exemplo, rezar pelos migrantes que são forçados a abandonar suas casas e afetos a começar viagens em que arriscam suas vidas e às vezes a perdem; para as crianças exploradas em trabalhos arriscados e extenuantes; para as mulheres vítimas de tráfico para fins de trabalho ou sexual; para trabalhadores a quem não são garantidos os direitos básicos, um ambiente de trabalho seguro e salubre e um salário justo; para o povo dos descartados por um modelo econômico que coloca o lucro acima de qualquer outra exigência.

Portanto, no dia 27 de maio - conclui – reunir-nos-emos espiritualmente, cada um em sua própria comunidade de fé e de acordo com seus próprios estilos e tradições, fazendo-nos intérpretes junto a Deus do grito dos oprimidos e dos explorados. Um pensamento de carinho especial quero reservar para os irmãos e irmãs muçulmanos que viverão este evento no contexto do tempo sagrado do Ramadã".

Para a oração não foi previsto um momento comum, mas todos estão convidados a rezar por essa intenção em vários momentos e nas celebrações eucarísticas de 27 de maio.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Dia de oração pelas vítimas do sistema econômico injusto: o convite do bispo de Assis em vista do evento com o Papa de março de 2020 - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV