Imazon detecta aumento de 24% no desmatamento da Amazônia

Revista ihu on-line

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Clarice Lispector. Uma literatura encravada na mística

Edição: 547

Leia mais

Mais Lidos

  • Papa Francisco ataca o 'desejo de poder', a 'rigidez disciplinar' e a 'deslealdade' nas associações de fiéis, dos movimentos eclesiais e das novas comunidades

    LER MAIS
  • O que significa ser padre hoje? Artigo de Timothy Radcliffe

    LER MAIS
  • Jacques Dupuis: um caso aberto

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


30 Abril 2019

Desmatamento na Amazônia Legal aumenta 24% entre agosto de 2018 e março de 2019, segundo dados do Sistema de Alerta de Desmatamento (SAD) divulgados pelo Imazon.

A informação é de Stefânia Costa, publicada por EcoDebate, 29-04-2019.

O SAD detectou um aumento de 384 km² de desmatamento na Amazônia Legal entre agosto de 2018 a março de 2019 em relação ao período anterior (agosto de 2017 a março de 2018). O número representa um aumento de 24% na destruição das florestas nos oito primeiros meses do atual calendário do desmatamento. Pará (755 km²), Mato Grosso (442 km²) e Amazonas (294 km²) lideram o ranking dos estados que mais desmataram no período.

No mês de março de 2019, o SAD detectou 67 km² de desmatamento na Amazônia Legal. A maioria (58%) ocorreu em áreas privadas ou sob diversos estágios de posse. No ranking das dez Unidades de Conservação que mais sofreram com a perda de suas florestas, seis estão localizadas em Rondônia: Florex Rio Preto-Jacundá, Resex Rio Preto Jacundá, Resex Jaci Paraná, PES de Guajará-Mirim, Florsu Periquito, Flona do Jamari.

Saiba mais a seguir:

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Imazon detecta aumento de 24% no desmatamento da Amazônia - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV