Peru. “Nós, peruanos, somos convocados a repensar a mineração”, afirma Arcebispo de Lima

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • Nice, consternação no Vaticano com a bofetada à fraternidade humana

    LER MAIS
  • Naturalizamos o horror? Artigo de Maria Rita Kehl

    LER MAIS
  • Católicas, sim, pelo Direito de Decidir!

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


28 Março 2019

O arcebispo de Lima, Carlos Castillo Mattasoglio, esteve presente nesta terça-feira na cerimônia de inauguração do início das aulas da Faculdade de Letras e Ciências Humanas da Universidade Nacional Maior de San Marcos, lugar onde comentou sobre o recente conflito na mineradora MMG Las Bambas.

A reportagem é publicada por RPP, 27-03-2019. A tradução é do Cepat.

“O assunto é que talvez nós, peruanos, somos convocados a repensar os grandes projetos nacionais e recolocar o lugar da mineração em seu justo ponto. Porque se não, mesmo que não seja ilegal, a mineração nos come vivos. É por isso que o século XVII surge como um século rico e um século corrupto. É a base também para que se produza uma reação, mas também um acobertamento e ideologização da religião”, expressou.

O Arcebispo de Lima também comentou sobre a corrupção. A esse respeito, mencionou que no país “temos a intuição de que há um limite diante da corrupção, que pode ser vencida pela indignação”.

Além disso, comentou que o tema de Las bambas é “um problema de absorção mineira do país e de desproporção humana pela ambição financeira”. Por isso, pediu que como medida imediata se deva resolver com diálogo e conversa.

Carlos Castillo Mattasoglio recomendou que é o momento de que “se consulte a todo o povo para encontrar nosso lugar. (Se não fizermos isso), iremos acabar triturados, porque irão nos saquear de mil formas, e o pior é que saqueiam toda a nossa natureza e as pessoas”.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Peru. “Nós, peruanos, somos convocados a repensar a mineração”, afirma Arcebispo de Lima - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV