Websérie mostra a importância da energia para índios e ribeirinhos da Amazônia

Revista ihu on-line

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Mais Lidos

  • Papa aprovará padres casados na Amazônia, afirma teólogo

    LER MAIS
  • “A capacidade de constituição de novos horizontes da esquerda brasileira, hoje, é nula”. Entrevista com Vladimir Safatle

    LER MAIS
  • Depressão vertiginosa que o Brasil atravessa também é herança da esquerda, diz Le Monde

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

26 Março 2019

Com três episódios, “Floresta Iluminada – energia limpa para os povos da Amazônia” vai ser lançada na Feira Simpósio Energia e Comunidades, em Manaus, na terça-feira 26/3.

A reportagem é publicada por Instituto Socioambiental — ISA, 22-03-2019.

“Estar no escuro não é só falta de luz. É também quando não temos conhecimento”.

“Nós queremos energia, mas queremos que ela venha com respeito ao meio ambiente e aos povos indígenas”. “Aqui nós temos vento de sobra. Então temos que aproveitar esse vento”. “Com a energia solar você provoca uma soberania energética para as comunidades”.

As afirmações são algumas das principais mensagens da websérie “Floresta Iluminada – Energia Limpa para os povos da Amazônia”, filme que o Instituto Socioambiental (ISA) lança, nesta terça-feira 26/3, em Manaus, durante a Feira Simpósio Comunidades e Energia. O recado do filme é claro: o Brasil precisa encontrar soluções modernas e sustentáveis para garantir energia às comunidades amazônicas.

Isso porque, no Brasil, a eletricidade é conduzida pelos caminhos da desigualdade: atualmente, 98% da população brasileira têm acesso à energia elétrica. Mas, de acordo com o Ministério de Minas e Energia (MME), pelo menos 500 mil famílias no Brasil ainda não são atendidas pelas distribuidoras. Deste total, 70% está na Amazônia. São milhões de pessoas em busca de energia para garantir educação, transporte, saúde, trabalhar, se comunicar.

A websérie é dividida em três episódios e viaja por três territórios amazônicos com iniciativas diferentes. Em cada um, a produção investiga as necessidades de energia elétrica, o desafio de superar a dependência do caro e poluente diesel e as oportunidades das populações de serem abastecidas por energia limpa alternativa, como solar, eólica ou biomassa. O documentário é dirigido por Fernanda Ligabue e estará disponível no canal do ISA no YouTube, a partir da quarta-feira (27).

A obra mostra a solarização de 68 aldeias no Parque Indígena do Xingu (MT); o Projeto Eletricistas do Sol, na Reserva Extrativista Tapajós Arapiuns (PA), uma das maiores da Amazônia; e os detalhes do Cruviana: primeiro projeto de geração de energia eólica em uma Terra Indígena no Brasil, que está a um passo de ser viabilizado pelo Programa Luz Para Todos, do Governo Federal – a iniciativa acontece na Raposa Serra do Sol (RR), terra de origem da primeira deputada federal indígena da história do Brasil, Joênia Wapichana (Rede-RR).

Feira e Simpósio

Entre os dias 25 e 29 de março, a Feira Simpósio Comunidades e Energia pretende traçar caminhos e soluções para inclusão energética dos povos indígenas e comunidades tradicionais da Amazônia. O evento é aberto ao público e gratuito. Basta se inscrever pelo site, saiba mais aqui.

A deputada Joênia Wapichana participa da abertura do evento, no dia 25 de março, ao lado de Eduardo Taveira, secretário do Meio Ambiente do Amazonas, e do general César Augusto Nardi de Souza, diretor do Programa Luz Para Todos. Centenas de representante indígenas e extrativistas confirmaram presença na abertura da Feira.

Ao longo de três dias, a Feira vai apresentar experiências inovadoras – muitas delas já em curso – sobre abastecimento e produção de energia em localidades remotas ou de difícil acesso na maior floresta tropical do planeta.

Programação

A cada dia da feira um encontro diferente acontece entre representantes da academia e governo. Confira a programação completa do Simpósio.

Informações para a imprensa:

Letícia Leite: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. / (61) 9 8112-6258

Bruno Weis: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Websérie mostra a importância da energia para índios e ribeirinhos da Amazônia - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV