Palestina. Greve de fome

Revista ihu on-line

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Mais Lidos

  • “Os pecados da carne não são os mais graves. Os mais graves são aqueles que têm mais angelicalidade: a soberba, o ódio”. Entrevista do Papa Francisco

    LER MAIS
  • Metaverso? Uma solução em busca de um problema. Entrevista com Luciano Floridi

    LER MAIS
  • Comunidades Eclesiais de Base, sim. Artigo de Pedro Ribeiro de Oliveira

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


08 Janeiro 2019

Centenas de palestinos detidos em Israel preparam uma greve de fome, porque Israel anunciou que pretende piorar ainda mais as condições em que os prisioneiros são mantidos. Uma das resoluções é deixar de separar prisioneiros do Hamas e do Fatah, o que pode levar a graves conflitos e mortes. Mas há ainda medidas como racionar a água, reduzir as visitas familiares e impedir o acesso a cantinas – sendo que é basicamente nas cantinas que os detentos se alimentam. Há hoje 5,5 mil prisioneiros palestinos.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Palestina. Greve de fome - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV