As crianças migrantes na fronteira entre o México e os Estados Unidos com os números de identificação escritos nos braços

Revista ihu on-line

A fagocitose do capital e as possibilidades de uma economia que faz viver e não mata

Edição: 537

Leia mais

Juventudes. Protagonismos, transformações e futuro

Edição: 536

Leia mais

No Brasil das reformas, retrocessos no mundo do trabalho

Edição: 535

Leia mais

A fagocitose do capital e as possibilidades de uma economia que faz viver e não mata

Edição: 537

Leia mais

Juventudes. Protagonismos, transformações e futuro

Edição: 536

Leia mais

No Brasil das reformas, retrocessos no mundo do trabalho

Edição: 535

Leia mais

Mais Lidos

  • Bento XVI queria Bergoglio como secretário de Estado?

    LER MAIS
  • Seminaristas: batalha perdida?

    LER MAIS
  • Assessor da bancada ruralista é nomeado presidente da Funai

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

18 Dezembro 2018

Um vídeo da rede NBC está suscitando indignação e controvérsia: mostra as crianças à espera para atravessar a fronteira com números em progressão.

A informação é publicada por La Repubblica, 17-12-2018. A tradução é de Luisa Rabolini.

Um jornalista da rede de televisão norte-americana MSNBC divulgou um vídeo que mostra algumas crianças migrantes à espera na fronteira entre o México e os Estados Unidos com os números marcados em seus braços. As imagens tornaram-se virais na rede e estão levantando várias polêmicas porque evocam as odiosas marcações nazistas nos campos de concentração onde judeus eram tatuados com os números de detenção nos braços.

Os números dos filhos dos migrantes são escritos com marcadores pelos agentes da polícia de fronteira mexicana, não pelos norte-americanos, explicou o jornal israelense Haaretz.

Indicam a ordem em que serão acompanhados até a fronteira para apresentar o seu pedido de asilo. As imagens já circulavam há algumas semanas, o primeiro a publicá-las foi o fotógrafo da agência de notícias Reuters, José Luis González, que acompanha a caravana dos migrantes que chegou à fronteira mexicana vinda do Equador e fotografou o que acontece em Ciudad Juarez para a gestão dos migrantes.

Hoje jornalista Perry lançou um novo vídeo em seu perfil no Twitter, que mostra o antebraço de crianças até mesmo muito pequenas marcado por números.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

As crianças migrantes na fronteira entre o México e os Estados Unidos com os números de identificação escritos nos braços - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV