EUA. O Vaticano pede que ainda não seja votado o código de conduta para os bispos e a equipe de leigos que deveria tratar dos abusos

Revista ihu on-line

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Vilém Flusser. A possibilidade de novos humanismos

Edição: 542

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Vilém Flusser. A possibilidade de novos humanismos

Edição: 542

Leia mais

Vilém Flusser. A possibilidade de novos humanismos

Edição: 542

Leia mais

Vilém Flusser. A possibilidade de novos humanismos

Edição: 542

Leia mais

Mais Lidos

  • Aumento da miséria extrema, informalidade e desigualdade marcam os dois anos da Reforma Trabalhista

    LER MAIS
  • Hospitalidade eucarística: “A decisão passa agora para a Conferência Episcopal”

    LER MAIS
  • Mais um golpe... em nome de Deus

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

13 Novembro 2018

É provável que pedidos semelhantes sejam encaminhados a outros plenárias episcopais agendadas daqui até fevereiro.

A reportagem é publicada por Il sismografo, 12-11-2018. A tradução é de Luisa Rabolini

Hoje, em Baltimore, o presidente do episcopado dos Estados Unidos, o Cardeal Daniel DiNardo, surpreendeu os mais de 270 bispos presentes na Plenária com este anúncio: a Santa Sé nos pediu para não proceder à votação sobre o novo código de conduta para os bispos, bem como a criação da equipe de leigos que deverá tratar das investigações sobre os abusos, e isso no aguardo da reunião dos Presidentes das Conferências Episcopais, marcada para 21-24 de fevereiro de 2019 no Vaticano. A comunicação do cardeal DiNardo, que se disse desapontado com a decisão de Roma, causou certa surpresa entre os presentes e o Cardeal Blase Cupich tomou a palavra para expressar o apoio ao pedido do Papa e, em seguida, acrescentou: isso significa que Francisco está enfrentando esta crise dos abusos muito seriamente. O arcebispo de Chicago propôs votar, enquanto isso, as resoluções a serem comparadas com o que poderá ser decidido no encontro de fevereiro, no Vaticano e, depois, reunir a Plenária em março de 2019 e não em junho, como planejado. O cardeal Cupich reiterou que a questão dos abusos é uma urgência dramática.

DiNardo afirmou que a Santa Sé insistiu para que o exame das novas medidas fosse adiada até a conclusão de um encontro especial convocado pelo Papa Francisco para fevereiro de 2019, como já mencionado. Desculpando-se pela mudança de última hora para o programa da plenária, o cardeal disse que a decisão do Vaticano havia lhe sido comunicada apenas na noite passada.

Dias atrás, tendo em vista da reunião episcopal, foram distribuídos dois documentos: um esboço de normas de conduta para os bispos e uma proposta para criar uma nova comissão especial de investigação para administrar as acusações formuladas contra os bispos. Houve também uma discussão sobre um terceiro documento dedicado às regras a serem aplicadas quando um bispo é afastado do cargo, suspenso ou punido por má conduta, particularmente no âmbito dos abusos sexuais.

Neste ponto fica claro que esse pedido do Vaticano será estendido e comunicado às várias outras Plenárias episcopais planejadas ou em curso desde agora, como a da Itália, do México e do Chile.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

EUA. O Vaticano pede que ainda não seja votado o código de conduta para os bispos e a equipe de leigos que deveria tratar dos abusos - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV