Padre Lombardi: papa está certo em ficar em silêncio diante do baixo nível das acusações

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • No dia 09 de outubro de 2020, o cardeal Tolentino Mendonça abordará as contribuições de Francisco para um futuro pós-pandêmico, em conferência online

    Pandemia, um evento epocal. A encíclica Fratelli Tutti, lida e comentada por José Tolentino Mendonça, cardeal, no IHU

    LER MAIS
  • “Da crise não saímos iguais. Ou saímos melhores ou saímos piores”, afirma Papa Francisco na ONU

    LER MAIS
  • É possível o fim da espécie humana?

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


04 Setembro 2018

O ex-porta-voz da Sala de Imprensa vaticana afirma que “Francisco escolheu a paciência e a humildade, e não se deixou envolver pela terrível espiral de disputas”.

A reportagem é de Tv2000, 03-09-2018. A tradução é de Moisés Sbardelotto.

O Papa Francisco, na manhã dessa segunda-feira, 3, na homilia em Santa Marta, “faz uma reflexão que conectamos espontaneamente à situação de hoje, em que temos uma onda de acusações extremamente agressivas que misturam alguns elementos de verdade com muitos elementos de falsidade, que confundem e, sobretudo, tendem a criar uma situação de divisão na Igreja”. Foi o que disse o ex-porta-voz da Sala de Imprensa vaticana, Pe. Federico Lombardi, em uma entrevista ao Tg2000, o telejornal da Tv2000.

“Diante dessa situação – acrescentou o Pe. Lombardi – o papa reitera a sua intenção de não responder diretamente a essas acusações e de não se deixar envolver em uma terrível espiral de disputas, contradições violentas que só podem levar a mais divisões e a um profundo mal na Igreja. O papa escolhe imitar a atitude de Jesus que se coloca em um nível superior de paciência, humildade e não se deixa envolver no plano extremamente baixo e malvado das acusações e contra-acusações.”

“Nunca podemos nos surpreender – concluiu o Pe. Lombardi – que na vida da Igreja haja dificuldades e momentos de tensão que dão origem a confusões e acusações. Esses momentos sempre existiram na história da Igreja e continuarão a existir no futuro também. Não devemos nos iludir com um Paraíso na Terra. Eu acredito que esse exemplo de paciência e moderação do papa, com esse tempo de silêncio, seja um bom caminho.”

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Padre Lombardi: papa está certo em ficar em silêncio diante do baixo nível das acusações - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV