Rowan Williams convoca Igreja Anglicana a desinvestir em combustíveis fósseis

Revista ihu on-line

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Clarice Lispector. Uma literatura encravada na mística

Edição: 547

Leia mais

Mais Lidos

  • Os católicos ainda leem? Sinodalidade e a “Igreja que escuta” nesta era digital. Artigo de Massimo Faggioli

    LER MAIS
  • Estou obcecado pelo Evangelho. O Evangelho não é Religião. Artigo de José María Castillo

    LER MAIS
  • Tenho medo dos padres

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


09 Julho 2018

O ex-arcebispo de Canterbury, Rowan Williams, exige que a Igreja da Inglaterra retire centenas de milhões de libras investidas em gigantes do petróleo, os acusando de contribuir com a deterioração climática.

A reportagem é de Jonathan Petre, publicada por The Mail On Sunday, 07-07-2018. A tradução é de Victor D. Thiesen.

O chamado, que o coloca em disputa com seu sucessor, Justin Welby, chega às vésperas de um debate crucial do Sínodo da Igreja Anglicana.

"A Igreja pode fazer muito mais do que simplesmente escrever ou exortar", afirmou Williams, acrescentando que multinacionais como a Shell - na qual a Igreja da Inglaterra investiu 101 milhões de libras - estão em uma situação delicada.

O ex-arcebispo de Canterbury Rowan Williams (foto) exige que a Igreja da Inglaterra retire centenas de milhões de libras investidas em gigantes do petróleo.(Foto: Reprodução Daily Mail)

Ativistas também acusam a BP, na qual a Igreja Anglicana investiu $92 milhões de libras, e a ExxonMobil de falharem no modo de lidar com as emissões de carbono.

Os membros do Sínodo exigem que a Igreja adote uma postura mais rigorosa e urgente sobre a mudança climática, retirando automaticamente fundos de empresas que não cumpram acordos internacionais até 2020. Sua atual política, endossada por Justin Welby, ex-executivo da indústria do petróleo, se baseia na ideia de que a Igreja pode influenciar empresas de energia a manterem ações.

Em um artigo no site do Daily Telegraph, Williams questionou se os esforços para esse engajamento estavam funcionando. “A intervenção justa, mas ousada, é um caminho claro para os cristãos poderem demonstrar sua responsabilidade de testemunhar a possibilidade de um mundo onde finalmente reconhecemos que o único futuro justo é aquele em que o perigo do vizinho é o nosso perigo”, falou Williams.

"Na intenção de garantir a mudança para um mundo de baixo consumo de carbono, os investidores devem fazer uso sustentável à longo prazo de todas as ferramentas à disposição, incluindo desinvestimento, investimento e engajamento com empresas", afirmou um porta-voz sobre investimentos da Igreja da Inglaterra.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Rowan Williams convoca Igreja Anglicana a desinvestir em combustíveis fósseis - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV