Pesquisa aponta Papa Francisco com alto índice de popularidade entre católicos norte-americanos

Revista ihu on-line

A fagocitose do capital e as possibilidades de uma economia que faz viver e não mata

Edição: 537

Leia mais

Juventudes. Protagonismos, transformações e futuro

Edição: 536

Leia mais

No Brasil das reformas, retrocessos no mundo do trabalho

Edição: 535

Leia mais

Mais Lidos

  • Foto de um pai e sua filha afogados na fronteira mexicana ilustra drama migratório

    LER MAIS
  • Centro Âncora: uma iniciativa para o cuidado de presbíteros e religiosos

    LER MAIS
  • Secretário do Cimi denuncia governo Bolsonaro em sessão do Conselho de Direitos Humanos da ONU

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

21 Junho 2018

Após cinco anos de seu papado, Francisco ainda possui grande apoio popular. Com base em pesquisas, mais de 84% dos católicos americanos o aprovam.

A reportagem é de Christopher White, publicada por Crux, 20-06-2018. A tradução é de Victor D. Thiesen.

De acordo com novos dados do Instituto de Pesquisas da Saint Leo University, que realiza pesquisas on-line regulares sobre o pontífice, o índice geral de aprovação de Francisco entre os americanos aumentou de 65,6% para 68,7% em fevereiro, mas caiu para 62,9% em novembro de 2017.

Marc Pugliese, professor associado de religião e teologia na Saint Leo University, atribui o aumento a mídia gerada pelo Papa na época do aniversário de cinco anos de sua eleição. O recém-lançado documentário de Wim Wenders, Papa Francisco - Um Homem de Palavra, relatou a cobertura da transmissão do 60 Minutes da CBS, e um novo especial da CNN sobre o papado.

“Sempre que episódios mencionavam o Papa Francisco, eram de forma positiva, além de chamar atenção para o papado em geral”, disse Pugliese.

Das áreas ​​em que ele foi avaliado, o índice de aprovação de Francisco para lidar com casos de abuso sexual melhorou. Em 2017, chegou a 44,3%, em comparação com 40,5% em fevereiro e 40,6% em novembro.

Esses resultados aconteceram apenas um mês depois de Francisco ter feito um pedido de desculpas à Igreja Católica no Chile. Na ocasião, ele havia admitido seus próprios fracassos em responder a denúncias de abuso e prometeu reformas totais no país.

Além disso, surpreendentemente, o índice de aprovação de Francisco aumentou entre aqueles que se identificaram como republicanos ou conservadores e avançaram significativamente entre os que se identificam como democratas e liberais.

Entre os entrevistados conservadores, 64,7% expressaram aprovação, aumentando em relação aos 62,1% em fevereiro. Enquanto isso, 66,7% dos entrevistados republicanos expressaram aprovação, diante de 63% em fevereiro.

Por outro lado, os entrevistados liberais expressaram uma aprovação de 65,1%, abaixo dos 77,3% em fevereiro. Entre os democratas, Francisco caiu para 71,1% em maio, comparado aos 76,3% em fevereiro.

De 25 a 28 de maio, a Saint Leo University entrevistou 1.000 adultos, proporcionalmente à população do estado, com uma margem de erro de +/- 3%, à um nível de 95% de confiança.

Leia mais

 

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Pesquisa aponta Papa Francisco com alto índice de popularidade entre católicos norte-americanos - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV