Chile. Papa Francisco receberá um segundo grupo de vítimas de Karadima

Revista ihu on-line

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Mais Lidos

  • Papa Francisco condena perseguição antigay e está preocupado com “cura gay”

    LER MAIS
  • Opositores do papa: continuem assim

    LER MAIS
  • Católicos e anglicanos - Trabalhar juntos para bem da humanidade, diz secretário do Vaticano

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

23 Maio 2018

De 1 a 3 de junho de 2018, o Santo Padre receberá um segundo grupo de vítimas do padre Fernando Karadima e seus seguidores da Paróquia do Sagrado Coração de Providência ("El Bosque"). Trata-se de cinco sacerdotes que foram vítimas de abusos de poder, de consciência e sexuais. Junto com eles estarão também dois sacerdotes que ajudaram as vítimas em sua batalha jurídica e espiritual e dois leigos envolvidos nesse sofrimento. Todos serão hóspedes do Santo Padre na Casa Santa Marta.

A informação é publicada pela Sala de Imprensa da Santa Sé, 22-05-2018. A tradução é de André Langer.

A grande maioria dessas pessoas compareceu às reuniões que aconteceram no Chile durante a missão especial do arcebispo Charles Scicluna e de Mons. Jordi Bertomeu, que ocorreu em fevereiro deste ano. Os demais colaboraram nas semanas posteriores à visita.

Com este novo encontro, marcado há um mês, o Papa Francisco quer mostrar sua proximidade com os sacerdotes vítimas de abusos, acompanhá-los em seu sofrimento e ouvir sua valiosa opinião para melhorar as atuais medidas preventivas e combater os abusos na Igreja.

Conclui-se assim esta primeira fase de encontros que o Santo Padre quis ter com as vítimas do sistema abusivo instaurado há várias décadas na mencionada paróquia. Esses padres e leigos representam todas as vítimas dos abusos do clero no Chile. Entretanto, não está descartada a possibilidade de haver outras iniciativas similares no futuro.

Haverá várias reuniões durante o final de semana, que serão realizadas em um ambiente de confiança e confidencialidade. Na manhã do sábado, 2 de junho, o Papa celebrará uma missa privada na Casa Santa Marta; na primeira hora da tarde haverá uma reunião de grupo e depois encontros individuais.

O Santo Padre continua pedindo aos fiéis do Chile – e especialmente aos fiéis das paróquias onde estes sacerdotes desempenham o seu ministério pastoral – para que o acompanhem com a oração e a solidariedade durante esses dias.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Chile. Papa Francisco receberá um segundo grupo de vítimas de Karadima - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV