Goiás: bispo, vigário-geral e quatro padres são presos por corrupção

Revista ihu on-line

A virada profética de Francisco – Uma “Igreja em saída” e os desafios do mundo contemporâneo

Edição: 522

Leia mais

A virada profética de Francisco – Uma “Igreja em saída” e os desafios do mundo contemporâneo

Edição: 522

Leia mais

1968, um ano múltiplo – Meio século de um tempo que desafiou diversas formas de poder

Edição: 521

Leia mais

Fake news – Ambiência digital e os novos modos de ser

Edição: 520

Leia mais

1968, um ano múltiplo – Meio século de um tempo que desafiou diversas formas de poder

Edição: 521

Leia mais

Fake news – Ambiência digital e os novos modos de ser

Edição: 520

Leia mais

A virada profética de Francisco – Uma “Igreja em saída” e os desafios do mundo contemporâneo

Edição: 522

Leia mais

1968, um ano múltiplo – Meio século de um tempo que desafiou diversas formas de poder

Edição: 521

Leia mais

Fake news – Ambiência digital e os novos modos de ser

Edição: 520

Leia mais

Mais Lidos

  • Sete comentários rápidos sobre a criação de 14 novos cardeais

    LER MAIS
  • Nota de falecimento

    LER MAIS
  • 'Neoliberalismo está moribundo, mas não sabemos para onde vamos'. Entrevista com Luiz Gonzaga Belluzzo

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

20 Março 2018

O Ministério Público de Goiás confirmou a prisão do bispo da diocese de Formosa, Dom José Ronaldo Ribeiro, do seu vigário-geral e de outros quatro sacerdotes, todos acusados de corrupção e associação criminosa. Na prática, os presbíteros são acusados de terem desviado pelo menos 2 milhões de reais para fins não religiosos. Esse dinheiro teria sido retirado ilegalmente das doações dos fiéis.

A reportagem é de Luis Badilla, publicada por Il Sismografo, 19-03-2018. A tradução é de Moisés Sbardelotto.

De acordo com a imprensa local, a operação policial, chamada “Caifás”, começou durante a noite e já estaria concluída. Os presos são 13 no total e provêm de três localidades diferentes: Formosa, Posse e Planaltina.

Comunicado da Sala de Imprensa da Santa Sé de 24 de setembro de 2014

O Santo Padre nomeou bispo da diocese de Formosa (Brasil) S. E. Dom José Ronaldo Ribeiro, transferindo-o da diocese de Janaúba.

S. E. Dom José Ronaldo Ribeiro nasceu em 28 de fevereiro de 1957 em Uberaba, na homônima arquidiocese do Estado de Minas Gerais. Começou seu discernimento vocacional com os Padres Josefinos de Murialdo, na Paróquia São Paulo Apóstolo de Brasília, estudando Filosofia e Teologia no Seminário Maior Arquidiocesano Nossa Senhora de Fátima. Em 1983, no terceiro ano de teologia, foi acolhido como seminarista pela Arquidiocese de Brasília e foi ordenado sacerdote em 5 de maio de 1985.

Como sacerdote incardinado em Brasília, ocupou os cargos de pároco da Paróquia Nossa Senhora da Imaculada Conceição, em Sobradinho (1985-2007), vigário episcopal do Vicariato Norte de Brasília (2005-2007) e, ao mesmo tempo, de vigário-geral da Arquidiocese de Brasília.

Em 6 de junho de 2007, foi nomeado bispo de Janaúba, recebendo a ordenação episcopal em 28 de julho de 2007.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Goiás: bispo, vigário-geral e quatro padres são presos por corrupção - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV