Dom Scicluna, enviado do papa, chegou a Santiago do Chile

Revista ihu on-line

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Mais Lidos

  • Uma visão do suicídio no Brasil em resposta à outra visão apresentada

    LER MAIS
  • "É hora de reaprender a arte de sonhar com os xamãs nativos"

    LER MAIS
  • “É triste ver cristãos acomodados na poltrona”. O alerta do papa Francisco contra a acídia

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


20 Fevereiro 2018

O enviado do Papa Francisco, o arcebispo de La Valletta, Malta, para esclarecer o chamado caso “Karadima-Barros” chegou nessa segunda-feira, 19, a Santiago do Chile.

A nota é publicada por Il Sismografo, 19-02-2018. A tradução é de Moisés Sbardelotto.

Antes, na cidade de Nova York, o arcebispo encontrou-se com um dos acusadores de Dom Barros, o jornalista Juan Carlos Cruz.

A partir desta terça-feira, 20, e até o dia 23 de fevereiro, o enviado papal ouvirá inúmeras pessoas envolvidas no complexo e delicado caso, e, entre elas, as outras duas pessoas que acusam o bispo de Osorno, Juan Barros Madrid, de ter acobertado os abusos sexuais de Karadima e de estar presente em diversas ocasiões, quando isso ocorreu há anos na paróquia de El Bosque.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Dom Scicluna, enviado do papa, chegou a Santiago do Chile - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV