Crise Católica em Ahiara: estou esperando a minha posse, diz Okpalaeke

Revista ihu on-line

Hans Jonas. 40 anos de O princípio responsabilidade

Edição: 540

Leia mais

Do ethos ao business em tempos de “Future-se”

Edição: 539

Leia mais

Grande Sertão: Veredas. Travessias

Edição: 538

Leia mais

Mais Lidos

  • Comunhão na Igreja dos EUA ''já está fraturada''. Entrevista com Massimo Faggioli

    LER MAIS
  • Vozes que desafiam. A vida de Simone Weil marcada pelas opções radicais

    LER MAIS
  • A disrupção é a melhor opção para evitar um desastre climático, afirma ex-presidente irlandesa

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

22 Agosto 2017

A diocese católica de Ahiara, em Mbaise, estado de Imo, continua em conflito quanto ao bispo da diocese, Peter Okpalaeke, que declarou não estar incomodado pela oposição a sua nomeação, mas apenas esperando pela posse.

A informação é publicada por The Guardian Nigéria, 19 de agosto de 2017. A tradução é de Luísa Flores Somavilla.

Enquanto a crise que abala a diocese católica de Ahiara, em Mbaise, estado de Imo, continua, o bispo Peter Okpalaeke declarou que não estava incomodado pela oposição a sua nomeação, mas apenas esperando pela posse.

Durante a cerimônia do 70º aniversário de D. Johnbosco Akam em sua casa de campo em Uga, no Conselho de Aguata, estado de Anambra, Okpalaeke disse que não deveria deixar a crise o distrair da missão de servir a Deus, acrescentando: "o que estão dizendo não diz respeito à minha vocação; minha vocação vem de Deus e é declarada pela Igreja".

Ele acrescentou: "Sou um sacerdote realizado. Onde quer que tenha me encontrado como padre, certamente verei a Deus no último dia. É a minha missão." No aniversário de Akam, afirmou: "Dou graças a Deus por mantê-lo e usá-lo para melhorar o bem-estar da humanidade".

O padre Elijah Sinde, por sua vez, descreveu Akam como um sacerdote abençoado com sabedoria, que acredita no poder da oração. Ele disse: "Deus coroou seu sofrimento com amor aos 70 anos para compartilhar seu trabalho de caridade com os menos privilegiados, melhorar em áreas e obras que ainda não tenha realizado tanto”.

Em uma série de declarações, Prof. Nduka Uraih, vice-chanceler pioneiro da Universidade de Tansia, Umunya, que presidiu a cerimônia, prestou homenagens a Akam.

"Não vim a esta festa de aniversário porque trabalhei com ele por cinco anos † ou para celebrar o aniversário, mas por sua confiança filosófica e paixão pelos pobres".

"Vim para uma entrevista e fui nomeado. Ele não me conhecia, não discrimina e compartilha e interage com todos, independentemente de onde venham".

Antes, no sermão durante a missa na Igreja, o bispo auxiliar da diocese de Awka, Rev Jonas Benson Okoye, pediu a todos que fizessem como Akam e orassem sempre para tornar seus desejos realidade, acrescentando: Ele chegou lá através de orações e amor à humanidade.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Crise Católica em Ahiara: estou esperando a minha posse, diz Okpalaeke - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV