Estruturação da estratégia da Federação Luterana Mundial - FLM para os próximos anos

Revista ihu on-line

Vilém Flusser. A possibilidade de novos humanismos

Edição: 542

Leia mais

Planos de saúde e o SUS. Uma relação predatória

Edição: 541

Leia mais

Hans Jonas. 40 anos de O princípio responsabilidade

Edição: 540

Leia mais

Mais Lidos

  • O Sínodo nos ajuda a entender que a solução não está no Direito Canônico, mas na profecia

    LER MAIS
  • “O que acumulamos e desperdiçamos é o pão dos pobres”, afirma o papa Francisco em carta à FAO

    LER MAIS
  • Metade dos brasileiros vive com R$ 413 mensais

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

30 Maio 2017

Em sua XII Assembleia em Windhoek, Namíbia, a Federação Luterana Mundial (FLM) emitiu 26 resoluções convocando a comunhão e suas Igrejas-membro a agirem em relação a várias questões. E, em três declarações públicas, a Assembleia demonstrou o posicionamento da FLM sobre o genocídio na Namíbia e o processo de reconciliação germano-namibiana, a instabilidade na Venezuela e a politização da religião na Indonésia.

A informação é publicada pela Federação Luterana Mundial, 26-05-2017. A tradução é de Luísa Flores Somavilla

A Assembleia é o mais alto órgão de decisão da FLM. Sob o tema "Libertados pela Graça de Deus", 309 delegados de todas as regiões da FLM reuniram-se de 10 a 16 de maio de 2017 para discutir questões de interesse das Igrejas-membro e definir a estratégia da FLM para os próximos seis anos.

Seguem trechos de resoluções aprovadas pela XII Assembleia:

  • Resolução sobre educação teológica

"A FLM e suas Igrejas-membro devem tomar medidas para garantir que a educação teológica também considere diferentes contextos e esteja aberta a todos. Nossas leituras contextuais da Bíblia devem estar conectadas à nossa identidade teológica. […] A Assembleia convida o Escritório da Comunhão da FLM a desenvolver e publicar, até 2020, uma estratégia de colaboração para garantir maior acesso à educação teológica."

  • Prioridades estratégicas e revitalização da Igreja

"A Assembleia pede ao Conselho, considerando as prioridades estratégicas para o próximo período, para criar plataformas para deliberações contextuais, intercâmbio e aprendizado para as Igrejas que estão passando por mudanças. Esta mudança deve-se à secularização, às tendências pós-seculares e a outros fatores sociais e demográficos, exigindo que o trabalho teológico, catequético e missionário de recuperação baseado em questões de interesse comum seja priorizado".

  • Afirmação da resposta humanitária pelas vítimas da guerra na Síria e apelo pela paz

"A XII Assembleia da FLM "expressa profundo apreço por todos os envolvidos na assistência aos afetados pela guerra em toda a região" e "pede que as Igrejas-membro e agências relacionadas deem continuidade e melhorem o trabalho da FLM em resposta à crise síria, a fim de satisfazer as necessidades dos que sofrem e dos que foram deslocados à força."

  • A inclusão da justiça de gênero na Constituição da FLM

"A Assembleia pede que o próximo Conselho da FLM recomende a emenda da sua Constituição na XIII Assembleia, acrescentando a expressão "justiça de gênero" à Seção III. Natureza e Funções da Constituição da FLM (...)".

  • Documentação de diretrizes e práticas vinculativas

"A Assembleia pede que o Conselho da FLM analise suas estruturas e normas de governança, a fim de documentar as diretrizes e práticas vinculativas, explicitando, em especial, questões relativas à nomeação e à eleição dos Conselheiros e do Presidente."

  • Solicitação de análise da composição e estruturação das regiões da FLM

"A Assembleia pede que o Conselho analise as estruturas de governança da FLM para avaliar a adequação da composição e da estruturação de suas regiões e sua presença relativa no Conselho da FLM e divulgue um relatório sobre o tema. Particularmente, o relatório deve discutir se a estrutura atual permanece equitativa ou não, considerando mudanças demográficas dentro da comunhão. O relatório correspondente deverá ser concluído e disponibilizado publicamente até 2020."

  • Estar contextualizado enquanto Igreja e seu papel na missão

"Como Igrejas em reforma contínua, convidamos todas as Igrejas-membro da FLM a repensá-la em seu contexto e repensar seu papel na missão de Deus. […] Pedimos à FLM para que continue e intensifique sua responsabilidade de convocar, coordenar e capacitar a cooperação missionária e o acompanhamento mútuo entre as várias Igrejas-membro, incluindo agências relacionadas envolvidas na missão holística".

  • Israel-Palestina

"A Assembleia reafirma os esforços das Igrejas, da comunidade internacional e de todas as pessoas de boa vontade em prol de uma resolução pacífica do conflito. Esta Assembleia, assim como as anteriores, pede o fim da ocupação, que já dura 50 anos, da violência, do extremismo político e religioso e de qualquer violação dos direitos humanos."

  • Relações inter-religiosas

"A perseguição de pessoas devido à sua fé é uma preocupação singularmente desafiadora e urgente da FLM e suas Igrejas-membro. A FLM apoia firmemente a liberdade de religião ou crença para todos e defende aqueles que têm violados seus direitos básicos."

  • Perseguição religiosa na Ásia

"Há cada vez mais casos de atrocidades contra as comunidades cristãs em determinadas áreas da Ásia. [...] A Assembleia insiste que o Escritório de Comunhão da FLM estude essas questões e publique achados sobre casos de intolerância religiosa e perseguição, especialmente em relação à comunidade cristã e a como as Igrejas são atingidas."

  • Mulheres no ministério ordenado

"A Assembléia orienta o Escritório de Comunhão da FLM a desenvolver um processo escrito para acompanhar as Igrejas-membro no diálogo sobre a presença das mulheres no ministério ordenado".

  • Pedido de processo para estudar as experiências das mulheres no ministério ordenado

"Embora reconheça que nem todas as Igrejas-membro estejam no mesmo ponto no caminho em prol da presença das mulheres no ministério ordenado - já que algumas ainda caminhando em direção à plena inclusão e participação das mulheres - estamos convictos de que o testemunho bíblico, em sua amplitude e escopo, honra a igualdade de todos criados à imagem de Deus e reconhece os dons de todos no mesmo Espírito dos batizados na nova criação."

  • Política de Justiça de Gênero

"A Assembleia elogia o trabalho realizado em relação à Política de Justiça de Gênero, comemora que tenha sido bem recebido e traduzido em 23 línguas até agora e insiste que as Igrejas-membro encorajem suas paróquias a incluírem Justiça de Gênero em seus currículos."

  • Educação sexual e eliminação da violência sexual e de gênero

"A Assembleia orienta o Escritório de Comunhão da FLM e encoraja as Igrejas-membro a se concentrarem na educação sexual e na eliminação da violência sexual e de gênero, incluindo violência doméstica, estupro, coerção sexual e assédio sexual, DENTRO de nossas igrejas".

  • Refugiados, deslocados internos e migração forçada

"A Assembléia elogia as Igrejas-membro da FLM e seu Serviço Mundial pelo trabalho de longa data entre e em prol dos refugiados e deslocados, independentemente de afiliação religiosa. [...] A Assembleia elogia os países que abrem suas fronteiras para receber refugiados e deslocados. [...] A Assembleia reconhece o estresse pelo qual as comunidades que os acolhem muitas vezes passam ao receber novos residentes e proporcionar seu bem-estar."

  • Participação dos jovens

"A Assembleia elogia a Rede de Jovens Reformadores por transmitir as ideias da Reforma para a nova geração. A Assembleia pede que o Conselho continue apoiando esta Rede e expandindo-a para incluir os que estão se preparando para assumir posições de liderança na Igreja."

  • Alterações climáticas

"A Assembleia insiste que a participação e representação dos jovens nas reuniões da COP [Conferência das Partes da ONU] continue. A Assembleia apoia a continuidade e o fortalecimento da Rede Climática da FLM, assim como o incentivo às redes climáticas regionais."

  • Desigualdades e recursos

"A Assembleia convida as Igrejas-membro e organizações relacionadas em todos os lugares a se posicionarem e exigirem uma redistribuição justa de riqueza e proteção social, como uma questão de justiça e direitos humanos para todos."

  • Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

"A Assembleia afirma os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e convida todas as Igrejas-membro a intensificarem a educação e o trabalho nesse âmbito, desenvolver programas concretos, trabalhar para atingir os ODS em seus países e engajar os governos e organizações nacionais ou locais na sua implementação."

  • Comercialização e mercantilização da criação

"A XII Assembleia da FLM está preocupada com a questão da mercantilização da poluição através da compensação das emissões de carbono. A Assembleia reconhece os esforços atuais como uma transição e pede que corporações e países defendam emissões de carbono responsáveis e sustentáveis".

  • Proteção social em tempos de desigualdade

"Como pessoas religiosas, a Assembleia tem profundas preocupações com as crescentes desigualdades e seus impactos sobre a vida das pessoas em todos os lugares. A Assembleia pede que as Igrejas luteranas e suas organizações explorem o seu papel e seus recursos de diakonia na promoção de sociedades justas, onde a riqueza seja compartilhada de maneira justa para o bem de todos e a proteção social seja garantida como direito de todos - para que ninguém fique para trás."

  • Educação - não está à venda

"Muitas pessoas ao redor do mundo ainda não têm acesso à educação. A Assembleia pede que a FLM e suas Igrejas-membro desenvolvam e implementem um programa para resolver este dilema educacional, especialmente em países onde há ampla falta de acesso e limitações financeiras."

  • Repensando o domingo

"A Assembleia reconhece o desafio representado por problemas recentes, como a secularização e as circunstâncias regionais em que o cristianismo não é maioria. A Assembleia pede que Igrejas-membro repensem o significado do domingo e fortaleçam a santidade deste dia."

  • Explorando a possibilidade de mudar o nome da FLM para comunhão

"O entendimento da Federação Luterana Mundial (LWF) sobre si mesma mudou ao longo dos anos, passando de uma federação de Igrejas autônomas para uma comunhão de Igrejas. […] Este novo entendimento implica responsabilidade mútua, consciência hermenêutica, bem como atenção e aceitação da diversidade na Igreja de Jesus Cristo. Para as muitas Igrejas-membro da LWF em situação de minoria, a mudança do nome de Federação para Comunhão traria grande impacto."

  • Apoio à participação dos pais nas reuniões da FLM

"Na FLM, lidamos com muitas das questões que dizem respeito à justiça de gênero, à equidade, à educação e ao renascimento das Igrejas. A fim de apoiar os pais no seu envolvimento com a FLM e moldar a coerência entre as nossas declarações públicas e a nossa ação interna, a Assembleia pede que a FLM apoie os pais e responsáveis que trabalham na FLM, oferecendo espaços para cuidar as crianças durante as assembleias da FLM, reuniões do Conselho, etc."

  • Agradecimentos da XII Assembleia

"A XII Assembleia da Federação Mundial Luterana, reunida em Windhoek, Namíbia, expressa sua profunda gratidão às seguintes pessoas, organizações e instituições por

suas indispensáveis contribuições para o sucesso da Assembleia e por torná-la um evento produtivo, significativo e importante na vida da FLM e de todos os participantes."

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Estruturação da estratégia da Federação Luterana Mundial - FLM para os próximos anos - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV